segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

Na calada da noite


Na calada da noite, novo encontro sinistro entre Temer e Gilmar Mendes


No último domingo, o presidente do TSE, Gilmar Mendes, foi recebido por Michel Temer no Palácio do Jaburu. O encontro não constava na agenda oficial da presidência da República.
Novamente, a falta de republicanismo na postura de ambos gera alarde. Logo após a morte do ministro Teori Zavascki, acidente com impacto direito em relação ao futuro da Lava Jato, juiz e investigado sentam para "pensar" o futuro. Temer foi citado por alguns delatores. Teria pedido dez milhões ao Marcelo Odebrecht para campanhas do PMDB em 2014.
Mendes também pode ser escolhido para novo relator, em um cenário em que a escolha venha por sorteio. Reconhecendo os laços íntimos que o ministro possui com tucanos e peemedebistas, o cheiro da impunidade infesta o ar.
A confusão entre o público e o privado não cessa por aí. No comando do Tribunal Superior Eleitoral, o juiz em questão analisará o pedido de cassação da chapa Dilma/Temer por irregularidades nas contas de campanha.
Muito interesse está em jogo. O encontro do presidente da República com um ministro do STF suscita imensa desconfiança. Vale destacar que precedentes não faltam. O republicanismo dorme em sono profundo diante de encontros como o de ontem.
#MandatoIvanValente
http://politica.estadao.com.br/…/geral,temer-e-gilmar-mende…

Nenhum comentário: