terça-feira, 3 de janeiro de 2017

Análise do Dia: Desemprego e falências

Desemprego e falências. Feliz 2017?

http://ajusticeiradeesquerda.blogspot.com.br/
         Por Altamiro Borges

Em sua primeira coluna do ano, o veterano jornalista Janio de Freitas, uma das poucas vozes críticas da mídia monopolista, ironizou já no título: “Desejar ‘feliz 2017’ é uma extravagância cômica”. Como aponta, as perspectivas de futuro – não só no Brasil – são bem sombrias. “Michel Temer e Donald Trump são sócios em uma excentricidade que nos onera com alcance, pode-se dizer, unânime. A voz geral é o pessimismo sobre o 2017 com Temer e seu grupo de aturdidos e corruptos. A essa desesperança convicta Trump anexa uma inquietação medrosa do quanto pode piorar as desgraças do mundo, entre as quais a nossa”.

E, corrosivo e certeiro, Janio de Freitas complementa: “E então, com fogos e beijos, bebidas e delícias, de 31 de dezembro para 1º de janeiro festejamos – como 200 milhões de tresloucados – tanto o fim de um ano desprezível quanto a chegada de um ano que prevemos igual ou ainda pior. Nesse encontro do passado perdido com o não futuro, desejar ‘feliz 2017’ é uma extravagância cômica. Ou sádica. Haveria alternativas adequadas. ‘Salve-se’. ‘Cuidado com 2017’. E a minha preferida: ‘Sorte’. Neste país, só duas coisas levam adiante: ou ter sorte ou não ter caráter. No primeiro caso, o mérito é um coadjuvante, mas não indispensável. No segundo, isso não interessa”.

Clic AQUI e veja o texto completo

===================

Fonte:

Nenhum comentário: