quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

A cidade precisa de uma resposta

Desde domingo que o Contraponto & Reflexão vem provocando o debate sobre os desafios que o novo gestor de Marabá terá para os próximos anos.  Chegamos a postar um texto mais aprofundado (leia Aqui) sobre a realidade de Marabá hoje, mesmo com a carta deixada pelo ex-prefeito de que Marabá "não está numa situação calamitosa", o novo prefeito precisa esclarecer isso através dos dados do processo de transição.

Hoje o Blog mais popular de Parauapebas, o ZéDudu também publicou alguns desafios - veja abaixo





  1. Desarmar a bomba relógio chamada PCCR da Educação;
  2. Pagar salários atrasados de servidores;
  3. Pagar vale alimentação atrasados há cinco meses;
  4. Pagar os atrasados do convênio com a Unimed, que foram descontados dos servidores e não repassados à cooperativa médica;
  5. Retirar Marabá do Cauc (Cadastro Único de Convênios), devendo pagar débitos superiores a R$ 8 milhões;
  6. Resolver o problema da coleta de lixo, que passa por situação crônica;
  7. Limpar centenas de grotas e valas nos quatro cantos da cidade para evitar alagamentos de imóveis com as chuvas;
  8. Pagar dívida com fornecedores e limpar o nome da Prefeitura;
  9. Cortar gastos na Prefeitura, diminuindo número de portarias para comissionados temporários e secretarias;
  10. Operação tapa-buracos nas ruas asfaltadas e terraplanagem em ruas sem asfalto e que estão críticas;
  11. Melhorar a iluminação pública, definindo se vai submeter o parque de iluminação da cidade a uma PPP (Parceria Público Privada);
  12. Pagamento da dívida consolidada do município, empréstimos, precatórios judiciais, que ultrapassam mais de um exercício e diminuem a capacidade de investimento do governo municipal;
  13. Obter capacidade de investimento do poder público em tempos de vacas magras;
  14. Organizar os loteamentos que eclodiram na área urbana nos últimos oito anos;
  15. Pagar a dívida milionária que a Prefeitura tem com o Ipasemar, algumas delas parceladas nas últimas gestões.

Nenhum comentário: