quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

Governo de Tião "Eterno" Miranda começa repetindo erros







Com Karam no Planejamento, Tião dará continuidade ao desgoverno Salame

A composição do III Governo Tião "Eterno" Miranda  começa com secretário que já fez parte do Governo Maurino e Salame, isso pra não dizer que o mesmo também já foi do governo Veloso e dos Governos I e II do Tião.
Para a Secretaria de Gestão Fazendária , o advogado Aldo Maranhão (PSC), foi candidato a vereador; Já na Secretaria de Obras Públicas , o engenheiro Fábio Moreira (Construfox); na de Urbanismo, Múcio Eder Andalécio; - secretaria que deveria ser extinta para evitar gastos.
 Mas Tião não para por ai, convidou remanescente do Grupo Sinobrás para assumir a Secretaria de Indústria, Comércio e Mineração, trata-se de Ricardo Pugliese. Na Procuradoria Geral, o advogado Absolom Mateus.
A secretaria de Educação, o também advogado Luciano Dias, ex Secretario Estadual de Integração Regional no II Governo Jatene e Presidente da Cosanpa no III Governo Jatene, terá a tarefa de mudar o Plano de Cargos e Salario e enfrentar o sindicalismo.
 Para a Secretaria de Saúde,o advogado Marcone Leite. Vale ressaltar que todos os três advogados do governo Tião são contemporâneos.
 A Secretaria de Agricultura, será novamente comandada por um o médico e pecuarista Adailton Sá (PSDB) e o seu chefe de Gabinete será publicitário Walmor Costa. A Secretaria de Assistência Social, terá como secretária a psicóloga Lanúzia Lobo (REDE).
 Uma das novidades será a possivel extinção da Secretaria de Segurança Institucional.
 DMTU e Guarda Municipal liderados pelo inspetor aposentado de Polícia Rodoviária Federal Jair Barata (REDE) que também foi candidato a vereador.
 o Ipasemar que quase eternizou com Karam, ficará com Silvânia Ribeiro que também já foi secretaria de administração no I Governo Tião.

Se também for confirmado a permanência do atual secretário de Meio Ambiente, o engenheiro Válber Araújo (PSB), fica claro a continuidade do governo Salame.


Vale ainda destacar que apenas, o PSDB, PSC e REDE estão sendo contemplados até agora no III Governo Tião.

Nenhum comentário: