domingo, 2 de outubro de 2016

Policia Federal prende 100 mil reais


A Polícia Federal em conjunto com o Ministério Público Eleitoral e a Polícia Civil, continua na Operação 'Saruê' em Marabá no sudeste paraense. A operação foi deflagrada neste domingo (2) e visa coibir a prática de crimes como a compra de votos. Segundo a PF, já foram apreendidos mais de R$ 100 mil em dinheiro e uma grande qualidade de material de campanha.
Ao todo, foram cumpridos 27 dos 30 mandados de busca e apreensão expedidos pela 23ª Zona Eleitoral de Marabá, na casa dos investigados. A maioria dos alvos são parlamentares candidatos à reeleição e seus apoiadores envolvidos diretamente com práticas ilícitas.
Segundo a Polícia Federal, os investigados contavam com o apoio de vários cabos eleitorais, muitos dos quais são, na verdade, funcionários fantasmas de diversas repartições municipais. A PF explica ainda que a operação foi denominada de "Saruê" em alusão aos antigos coronéis, visto que muitos dos investigados são tidos na cidade como tal.
COMPRA DE VOTO
Duas pessoas foram presas na manhã deste domingo (2) em Marabá no sudeste paraense por compra e venda de votos. A Polícia flagrou o momento em que um homem de nome Eduardo estava dando dinheiro a uma eleitora na Folha 20, núcleo Nova Marabá. O valor seria R$ 20 reais.
Os dois foram conduzidos a Polícia Federal onde serão ouvidos pela delegada Graziela. A mulher informou a reportagem que não estava vendendo o seu voto e que os R$ 20 reais seriam utilizados para pagar a sua passagem para voltar para casa.
(DOL, com informações da Sucursal do Diário do Pará em Marabá)


Fonte: Original do  Diário do Pará

Nenhum comentário: