segunda-feira, 5 de setembro de 2016

HIDROPONIA: PRODUZINDO ALIMENTOS E GERANDO RENDA





A Hidroponia Vitória localizada na Rodovia BR 230 – Transamazônica, km 42, Loteamento Bela Vista, Itupiranga (bem na entrada da cidade, lado esquerdo da Agrovila) é um empreendimento familiar do engenheiro agrônomo Rony Luiz Torquato e sua esposa Ana Paula de Oliveira Costa.
O sonho de implantação começou em 2014, para tanto teve que fazer uma capacitação específica: em São  Paulo na Empresa Hidrogood um curso de 40 horas; pesquisas pela internet; e visitas em várias hidroponia em São Paulo, Parauapebas e uma em Jacundá – Pará. Atualmente participa de um grupo no zap com hidroponicultores de todo Brasil.
O método de cultivo sem solo se expande com a técnica da hidroponia. A Vitória é a pioneira e única em Itupiranga. Em Marabá tem três unidades e temos informações de existência em municípios da região é o caso de Parauapebas, Nova Ipixuna, Jacundá e Goianésia do Pará.
A estufa onde são cultivadas as hortaliças em sistema hidropônico é  de 14 x 42 metros e pé direito de 3 metros. Com capacidade de produção de aproximadamente 9.000 (nove mil) unidades por mês. Distribuídas entre: Sendo 7.000 (sete mil) alfaces; 1.000 (mil) cheiro verde; 500 (quinhentas) couves de folha; e 500 (quinhentas)  rúculas.
São usadas  3 (três) caixas de água, com capacidade de 3.000 (três mil)   litros cada. As caixas são lavadas a cada 25 (vinte e cinco) dias e a solução de descarte é usada para irrigar pepino, quiabo, jiló, pimenta de cheiro, cebolinha através de irrigação de gotejamento. A fase de produção se deu a partir de janeiro de 2015.
Segundo o engenheiro agrônomo Rony Torquato “a qualidade das verduras produzidas em  hidroponia é  superior, haja vista que as plantas crescem em uma solução equilibrada que contém todos nutrientes necessários para seu desenvolvimento. E uma planta bem nutrida o ataque de pragas e doenças é  bem menor.” Ainda explica que “Hidroponia significa: Hidro = Água e Ponia = Trabalho.”
A comercialização é realizada com supermercados e vendedoras “bacieiras” de Itupiranga e Marabá. Também fornece para o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) em Itupiranga e venda no varejo na própria horta. De forma direta gerou emprego para dois colaboradores e tem a participação familiar no negócio. É uma fonte geradora de renda. Cada unidade de hortaliça é comercializada a R$ 1,50 (verão) e R$ 1,75 (inverno).
O sucesso do empreendimento tem gerado diversas visitas por parte de: estudantes, pesquisadores/as, agricultores/as, empresários/as, e recentemente o Diretor Técnico da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado Pará (EMATER – PARÁ)  Rosival Possidônio do Nascimento, conheceu in loco o negócio.
Para o engenheiro agrônomo Rony Torquato as principais vantagens de produção hidropônica são: “produto final com sabor acentuado; muito mais rico em nutrientes; processo menos poluente; cresce mais em menor espaço; mantém as pragas distantes; rconomia de água em comparação à agricultura tradicional; menores riscos perante as adversidades climáticas; possibilidade de plantio fora de época (produzir o ano inteiro, todo tempo).”
Contatos: Zap: (94) 99129 – 2345 E-mail: hidroponiavitoria2015@hotmail.com
 Ascom/Emater

Nenhum comentário: