terça-feira, 9 de agosto de 2016

Sintepp responde



*NOTA DE ESCLARECIMENTO*


 O SINTEPP/Marabá (Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Pará – Subsede Marabá) vem a público, e principalmente à categoria, esclarecer os fatos narrados em nota publicada pela Professora Joyce, Secretária Geral do SINTEPP/Marabá atualmente licenciada da função, na sua página pessoal do Facebobok. Inicialmente, esclarecemos e afirmamos que não houve nenhuma reunião da Coordenação do SINTEPP/Marabá para discutir ou propor qualquer posicionamento em relação a qualquer membro da coordenação que esteja licenciado de suas funções por motivo de exigência da legislação eleitoral, ou outro motivo. Tampouco houve qualquer manifestação, discussão ou proposição que demonstre/crie ou possa demonstrar/criar um “racha” em nosso Sindicato.
O que houve, em verdade, foi que na data de ontem, 08/08/2016 – segunda-feira, após uma reunião (visando solucionar demandas da categoria) que aconteceu na SEMED/Marabá entre alguns coordenadores do SINTEPP/Marabá e a Sra. Heide Castro, Secretária de Educação interina, os coordenadores que estiveram na reunião retornaram para a Sede Social e lá já estavam outros coordenadores, momento em que houve um diálogo e uma exposição sobre as demandas debatidas na SEMED, bem como ocorreu um debate acerca do cenário político vivenciado no Município de Marabá, principalmente diante das alianças formadas pelos partidos/candidatos visando concorrerem a cargos políticos nas eleições que se avizinham. Diante desse debate, realizado de maneira cordial e respeitosa, foi exposto que o Professor Wendel, Coordenador Geral do SINTEPP/Marabá atualmente licenciado da função, havia dialogado – em conversas particulares – com alguns coordenadores a necessidade de que à frente da luta em defesa dos trabalhadores, diante dessas situações adversas e da conjuntura política, deve ficar alguém que não esteja atrelado a nenhum partido político e também que seja uma pessoa com posicionamento firme em relação aos desmandos de todos os governos que passaram pelo Município nos últimos anos.
 Ao mesmo tempo, outros coordenadores também fizeram uma análise sobre todo o contexto e também expuseram suas opiniões, inclusive ressaltando a necessidade da Coordenação se reunir para debater os problemas vivenciados pela categoria, bem como as demandas internas e externas do sindicato. No final, os Coordenadores – que estão diuturnamente lutando contra os desmandos do governo – concluíram que neste momento o mais importante é continuar buscando, incansavelmente, a solução para os problemas seríssimos que temos vivenciado e que, inegavelmente, carecem de luta, luta e mais luta...
Assim, em momento algum houve qualquer deliberação pelo afastamento de qualquer membro da Coordenação, bem como não houve qualquer deliberação no sentido de que “A”, “B” ou “C” assumirá ou não assumirá função “X”, “Y” ou “Z” na Coordenação do Sindicato. Neste momento de luta árdua que tem nos adoecido, já que somos humanos e também temos sido vítimas das medidas tomadas pela administração municipal, é lamentável que a Companheira tenha afirmado, de maneira precipitada, que esta Entidade Sindical esteja “rachada” ou que esteja em curso um “golpe”. Tais declarações apenas enfraquecem nossa luta e servem de munição aos nossos inimigos. Nesse momento de lutas intensas, tudo o que precisamos é de coesão, e não de dispersão. Tudo o que precisamos é de uma categoria unida e fortalecida, e não de declarações que minem nossas forças de reação e de luta. É por estarmos unidos que alcançamos vitória contra a decisão do Prefeito interino que, por meio de decreto, reduziu os vencimentos de 1.175 professores.
É por estarmos unidos que alcançamos importantes e inúmeras vitórias nos últimos anos, e certamente alcançaremos muito mais. Logo, dizer que o SINTEPP/Marabá está rachado e que há um golpe em curso só surte o efeito contrário, ou seja, apenas dissemina discórdia e desagregação, quando na verdade precisamos de concórdia e aglutinação. O SINTEPP é mais forte e está acima de quaisquer conjecturas político-partidárias, interesses e/ou busca de projeção política pessoal. Temos um sindicato forte e combativo, que não mede esforços para lutar pelos direitos dos trabalhadores. Continuamos firmes na luta e reforçamos, mais uma vez e quantas forem necessárias, que o nosso compromisso é por uma educação pública e de qualidade social para todos, e seguiremos firmes nesse propósito. O SINTEPP somos nós!!! Nossa força, nossa voz!!! Marabá –

 PA, 09 de agosto de 2016 *Tatiana Alves* Coordenadora Geral SINTEPP – Subsede de Marabá

Nenhum comentário: