sexta-feira, 5 de agosto de 2016

SALAME VOLTA À PREFEITURA

 Aguardem para maiores informações

 "para o desespero do PT" João retorna e vai ter reviravolta nos últimos minutos de convenção

O prefeito João Salame (PMDB) retorna ao cargo neste sábado.




 --------------------------------------------------

O prefeito de Marabá, João Salame (PMDB), foi reconduzido ao cargo do qual estava afastado desde o dia 4 de maio. A decisão foi tomada pela ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal de Federal (STF). De acordo com a liminar, João Salame deve permanecer no cargo até o julgamento final do mérito. Ele reassume neste sábado (6).
Salame volta à prefeitura num momento conturbado, onde os nomes dos candidatos a prefeito de Marabá e as amarrações políticas em torno desses nomes começam a ganhar contornos mais visíveis, embora ainda sobrem espaços para muitos rumores de alianças.
Uma coisa é certa: a relação de Salame com o PT, do vice Luiz Carlos Pies, não será mais a mesma, pois Luiz Carlos já externou que pretende mover ação contra João Salame por conta de possíveis desajustes financeiros na prefeitura.
Além disso, o PT já deu sinais de que poderá apoiar o médico Jorge Bichara (PV) como candidato a prefeito de Marabá, ou mesmo fazer outras alianças, que também não deixam espaço para Salame. Vale dizer que o Partido Verde, de Jorge Bichara, detinha duas secretarias no mandato de João Salame (Meio Ambiente e Agricultura), mas os “verdes” abandonaram a administração há cerca de seis meses.
REVIRAVOLTA?
Antes de Salame voltar, era dado praticamente como certo de que ele não seria candidato a reeleição (embora tivesse esse direito mesmo afastado). Nesse cenário, Salame apoiaria o ex-prefeito e atual deputado estadual Tião Miranda (PTB), numa ampla aliança. Mas, agora, com o retorno de Salame ao poder, sua candidatura ganha força entre os parceiros mais próximos. No entanto Salame ainda não bateu o martelo.
Segundo o Calendário Eleitoral 2016, o próximo dia 15 é o último dia para os partidos políticos e as coligações apresentarem no Cartório Eleitoral competente, até as 19 horas, o requerimento de registro de candidatos a prefeito, a vice-prefeito e a vereador. Certamente a decisão do grupo de Salame só será oficializada nesse dia.
Até lá, Salame e seu grupo ainda devem conversar mais uma vez com o DEM para ter o médico Manoel Claudio Veloso como candidato a vice, proposta que já foi feita anteriormente, mas, como houve certa resistência por parte do DEM, as conversas esfriaram e tomou fôlego uma possível desistência para apoiar Tião Miranda. Ocorre que a volta de Salame ao poder foi uma mexida importante no tabuleiro político de Marabá, podendo provocar uma reviravolta nessa reta final para confirmação dos candidatos a prefeito. Texto Chagas Filho - MarabáNoticias

Nenhum comentário: