sábado, 20 de agosto de 2016

Em tempos de machismo

Algum problema com o número 24 fez o senador Dário Berger (PMDB-SC) pedir para trocar o número de seu gabinete, na ala Teotônio Vilela, para o 26. A ordem tem causado estranheza a quem circula por ali. A sequência numérica ficou embaralhada: 22 – 23 – 26 – 25. A assessoria do senador foi contatada, mas não enviou explicações.
Fonte: Estadão

Nenhum comentário: