domingo, 14 de agosto de 2016

Eleições 2016: PCdoB com 22 nomes em Marabá














  PC do B  lança 22 nomes à Câmara de Vereadores

Dando prosseguimento a série “Eleições 2016: Coligações Proporcionais Vereadores”. Apresentamos mais uma das coligações que, considerando a densidade eleitoral dos seus membros, resolveu arriscar carreira solo, confiando fazer o coeficiente partidário e conseguir fazer pela primeira vez na história, que um camarada chegue a uma cadeira de vereador na Câmara Municipal de Marabá, ação articulada e coordenada pelo professor Gilson Dias.
O Partido Comunista do Brasil (PC do B – 65) defende o “socialismo no Brasil” lançou vinte dois (22) nomes. Está na coligação majoritária “Todos por Marabá” com Tião Miranda (PTB -14) para prefeito. 
No estado do Pará o PC do B tem como líder maior o deputado estadual Lélio Costa, que sucedeu o ex-deputado Neuton Miranda (in memoriam\veja abaixo biografia de Neuton) irmão do ex-prefeito Tião Miranda. Lélio tem raízes familiares e círculo de amizades em Marabá.
Das vinte duas figuras políticas as mais expressivas se caracterizam com o perfil: filho de ex-vereadora, esposa de ex-vereador, alguns persistentes igual ao Lula que perdeu três eleições e ganhou na quarta e outros que vão testar o potencial pela primeira vez.
Gilson Dias – também é persistente e “a luta continua”, na eleição de 1996 teve 188 votos pelo PMN, em 2000 chegou a 433 sufrágios pelo PST, em 2004 obteve 564 e 2008 chegou a 406 votos pelo PPS. Na última quem foi candidata foi a sua esposa a enfermeira Valdirene pelo PPS obteve 219 eleitores. O camarada Gilson é homem de confiança de João Salame quando deputado coube a Dias a tarefa de gestão da SESPA em nível regional e posteriormente a função de coordenação da campanha vitoriosa de Salame a prefeitura, chegou a ser cotado para Secretaria Municipal de Saúde, mas em função de negociações coube ao “soldado” dirigir a Superintendência de Desenvolvimento Urbano (SDU), esta autarquia já ajudou Miguelito a ser segundo vereador mais votado com 2.310 votos. Com trabalho que fez junto a SDU Gilson é aguardado como mais votado entre os camaradas.
Toni Rosa - ex-secretário de Meio Ambiente na gestão de Tião Miranda é filho da ex-vereadora Júlia Rosa, esta teve cinco (5) mandatos, campeã de votos com 2.905 em 2004, na última eleição uma das mais votadas com 2.183 votos, mas no ano de 2015 foi cassada por um pequeno problema da prestação de contas. Se espera que ocorra a difícil “transferência” de votos do patrimônio eleitoral da família Rosa. Toni tem forte atuação na área ambiental, já foi gestor de órgão estadual em nível regional (atual SEMAS).
Fleury da Cerpa - comerciante atuou no ramo de bebidas e ficou com apelido de uma marca de cerveja, popular, anda nas ruas e na periferia, consta duas tentativas para ser vereador, em 2004 obteve 218 sufrágios e na eleição de 2008 teve o apoio 431 eleitores/as nas urnas.
Oneide da Morada Nova - Diretora de Escola, vai buscar votos do outro lado da “ponte”, mulher ex-vereador Amarildo Cavalini da Silva que tentou em 1996 chegando a 557 pelo PDT, se elegeu em 2000 pelo PSD com 911, mas em 2004 e 2008 pelo PTB caiu para 372 e 168 sufrágios respectivamente.

Marcos Sena

O candidato Marcos Sena radicado no bairro de Morada Nova, já concorreu na eleição de 2012 por Nova Ipixuna pelo PMDB, agora vem pelo PCdoB, onde vem exercendo uma forte liderança no Conjunto Habitacional Tocantins I e II. Dentre os nomes apresentados é o que desponta como favorito devido sua forte articulação junto aos moradores do "lado de lá da ponte".


OS HISTÓRICOS CAMARADAS: professora Catarina Kátia Rodrigues Gomes (primeira diretora da Coordenadoria de Políticas Públicas para as Mulheres na gestão do prefeito João Salame e de longas datas com atuação comunitária e política; Edmilson Oliveira (sindicalista do Sindicato dos Servidores Públicos de Marabá - Servimar) Mário Brito (diretor da Associação dos Moradores da Nova Marabá) e Beto Jamaica (conselheiro tutelar e com atuação em outros conselhos municipais sobretudo o de transporte) não serão candidatos nestas eleições, ambos fizeram várias tentativas ficando na casa de 140 e 275 votos cada um.  Os demais são: Ray, Frank Publicidade/ Jardim União (já teve 496 votos em 2012), Jurandir da Independência, Neguinho do Carro de Som (com base concentrada na Santa Fé), Juliano Presença, Cerqueira da Refrigeração
-------------------------------
Texto original publicado no Blog Rebojo - aqui a publicação segue com adequações feitas por este poster.

-------------------------
 Contraponto:
Gilson Dias – foi candidato a primeira vez em 1992 pelo PST na chapa apoiando Miguel Gomes Filho para prefeito. Na eleição de 1996 foi candidato pelo PMN; Nas eleições seguintes foi candidato pelo PPS; E agora pelo PCdoB.
 

Nenhum comentário: