segunda-feira, 15 de agosto de 2016

Eleições 2016: Coligação quer duas vagas




Quatro partidos em busca de duas vagas

Neste momento olímpico citamos os possíveis atletas que estão em plena corrida por algumas medalhas na Câmara de Vereadores/as de Marabá, apresentamos a coligação composta por: PROS, PHS, PPL e PSD. Que vem com trinta (31) nomes acreditando conseguir pelos menos duas (02) vagas. Estão unidos com a coligação majoritária “Todos por Marabá” com Tião Miranda (PTB -14) para prefeito.
O Partido Republicano da Ordem Social (PROS)Um novo partido comprometido com a mudança do Brasil” implantado em Marabá no ano de 2013 pelo Prefeito João Salame Neto (PMDB), quando saiu do PPS, chegou a eleger o deputado federal Beto Salame que foi para o PP. A nível nacional ainda tiveram os irmãos Gomes (Ciro e Cid) que se alojaram no PDT. No estado do Pará tem como líder o deputado estadual Soldado Tércio.
No PROS a figura mais expressiva e com maior densidade eleitoral é o vereador Leodato Marques (Pastor da Igreja Assembleia de Deus, trabalhou nas profissões de comerciário e metalúrgico, buscou entrar na vida pública em 1992 pelo PSDB, ainda jovem obteve 161 votos para vereador; Em 1994 foi candidato a deputado estadual pelo PPR; não desistiu e foi eleito em 1996 com 690 votos pelo PMDB. Em 1998 concorreu pelo PSC a deputado estadual e perdeu novamente. Depois assumiu parcialmente a cadeira por ser primeiro suplente: em 2000 com 796 sufrágios pelo PPB; No Partido Progressista (PP) em 2008 com 1.554 votos.
Assumiu para um período de quase quatro ano a vaga do vereador Miguel Gomes Filho “Miguelito” que se licenciou para assumir o cargo de Superintendente de Desenvolvimento Urbano (SDU), no governo de Maurino Magalhães. Em 2004 teve a expressiva votação de 1.620 eleitores/as lhe outorgando a titularidade do cargo. Em 2012 obteve 1.539 votos, e chegou pela quinta vez a cadeira de vereador. Ainda foi candidato em 2010 como suplente do Senador Paulo Rocha - PT, e de novo foi candidato a deputado estadual em 2014, a última no PROS chegou a 5.045 sufrágios.
Leodato tem uma história na administração pública municipal, exerceu os seguintes cargos:  Secretário de Assistência Social da Prefeitura  –  SEASP no Governo Geraldo Veloso 2001; Coordenador do  Serviço de Atendimento ao Cidadão (SACI) no Governo Tião Miranda de 2002 a 2004 tendo como principais ações: casamentos comunitários e emissão de documentos; Gestor Estadual  do Serviço de Atendimento ao Cidadão (Tá  na Mão) do  Governo do Estado do Pará; Secretário de Serviços Urbanos  –  SEMSUR/Urbanismo no  período de janeiro a junho de 2013 no Governo do prefeito João Salame Neto com quem se filiou no PROS. Vem animado para sua reeleição confiante no trabalho social e atuação na zona rural.
O Partido Humanista da Solidariedade (PHS) tem no momento na Câmara Municipal de Marabá apenas o vereador Ilker Moraes. No Pará o PHS é presido pelo vereador de Belém o jovem Igor Normando que nas eleições para deputado estadual em 2014 chegou a 10.329 sufrágios.
O vereador Ilker Moraes (marabaense, com formação na área Agropecuária e Administração de Empresas, iniciou sua vida profissional na Cooperativa de Prestação de Serviços – COPSERVIÇOS, realizando Assistência Técnica e Extensão Rural. Experiência que lhe permitiu em 2007, montar a própria empresa a Agroatins Carajas -serviços de agronomia e consultoria as atividades agropecuárias e sociais, que firmam convênios com INCRA e MDA, para atendimento de agricultores familiares da região, elaborando e acompanhando projetos sociais e ambientais.
O parlamentar é novo na política partidária se candidatou a primeira vez em 2012 e obteve 846 votos, entrou na justiça contra o colega Gerson do Badeco, assumiu por um período e depois com a cassação de Julia Rosa, assumiu definitivamente o mandato. Tem feito um destacado trabalho no legislativo município.
O Partido Pátria Livre (PPL) cujo lema é “chegou a hora de mudar!” é liderado por Jader Santos que atua em uma Associação de defesa do consumidor, exerce a função conselheiro tutelar “na luta pelo direito da criança e adolescente”. Tem como base eleitoral as Folhas 15 e 23.
 Partido Social Democrático (PSD) líder nacional é Gilberto Kassab (Ministro de Ciência, Tecnologia e Comunicação do Governo Temer, também foi ministro de Dilma e ex-prefeito São Paulo. No Pará é presidido pelo ex-governador Helenilson Pontes, que ficou em quarto lugar para o senado, é um dos possíveis sucessores de Simão Jatene, ainda assumiu a Secretaria de Estado de  Educação (SEDUC) e atualmente é Secretário Extraordinário de Governo e Assuntos Institucionais. O PSD tem três deputados estaduais e dois federais.Em Marabá se elegeu pelo PSD a vereadora Vanda Américo com 1.178 votos, com a sua saída motivada pela quase chegada do prefeito João Salame em conversas com Kassab. O PSD ficou bem enfraquecido politicamente, tenta se fortalecer.
OBS. Aguardando informações dos partidos ou dos/as candidatos/as para possíveis atualizações.
Este texto foi publicado originalmente no Blog Rebojo - Não reflete a opinião deste poster – tem algumas adequações feitas pelo blogueiro.

Nenhum comentário: