sexta-feira, 12 de agosto de 2016

Eleições 2016: Coligação apoiada pelo vice prefeito

PT, PT do B e PEN formam a coligação denominada “Aliança Por Marabá”


Mais uma da série Eleições 2016: Coligações Proporcionais (Vereadores/as).  Trata-se da Coligação composta por: PT, PT do B e PEN que está unida a majoritária “Certeza de um Tempo Novo” encabeçada pelo candidato a prefeito o médico e ambientalista Jorge Bichara (Partido Verde/PV),que tem como vice a cantora e compositora evangélica Celene Lima (Partido Trabalhista do Brasil - PT do B).
Nesta coligação proporcional denominada de “Aliança Por Marabá ao todo são 31 (trinta e um) candidatos/as, distribuídos/as em: dezenove (19) do PT, oito (08) do PT do B e três (03) PEN. Esta coligação pode fazer um vereador.
O Partido dos Trabalhadores (PT) tem no momento na Câmara Municipal de Marabá apenas a vereadora Toinha Albuquerque (pedagoga, ainda na educação é concursada pela Rede Municipal e Estadual de Ensino.
Liderou por um período o Sindicato dos Trabalhadores na Educação Pública do Pará (SINTEPP), perdeu uma eleição e ganhou duas, sendo reeleita em 2012 com 1.306 votos. Saiu do Grupo Luiz Carlos/Bernadete e ingressou na tendência Articulação Socialista (AS), e no momento articula a “transferência” de sua base eleitoral para seu companheiro de grupo Zuca Brasil.
Em nível nacional o PT está fragilizado, vivendo um momento de crise, está em um processo irreversível de cassação da Presidenta Dilma Roussef (já com alguns dias sem a caneta presidencial). Em curso uma forte perseguição ao ex-presidente Luiz Inácio “Lula” (que tem as pesquisas eleitorais a seu favor indicando a vitória).
No estado do Pará ex-governadora Ana Júlia perdeu sua reeleição em 2010. E na última eleição tem reduzido sua bancada na Câmara Federal e Assembléia Legislativa. Tem os deputados federais Zé Geraldo e Beto Faro. Os deputados estaduais são três, representa a Região Sul e Sudeste, o jovem marabaense Dirceu ten Caten (que herdou parte do patrimônio político da mãe a ex-deputada Bernadete ten Caten – presidente local do partido). Chegou ao Senado Federal ex-deputado federal Paulo Rocha.
Em Marabá o PT participou da eleição e do Governo do Prefeito João Salame Neto, e até maio de 2016 (recentemente) participava no ataque e na comissão técnica de um time de mais de quinze partidos. Mas a ganância e outros ingredientes a mais não permitiram chegar ao ouro olímpico. E no momento estão rompidos Luiz Carlos Pies (PT) e o prefeito João Salame (PMDB).
Entre as diversas trapalhadas do vice-prefeito Luiz Carlos Pies (PT) quando no exercício do cargo de prefeito, em função de afastamento do titular por ordem judicial, trará um certo prejuízo político para os candidatos do PT trata do verdadeiro “confisco” em parte dos salários dos professores, entre outras perseguições a categoria da Educação. 

 Os principais candidatos do PT são: Williamson do Brasil de Sousa Lima “Zuca Brasil” (Educador popular, assessor da FETAGRI/FATA, coordenou da EFA (2004 – 2006), ex-presidente da EMATER (2007 a 2010)  é ligado ao deputado federal Beto Faro e ao ex-deputado estadual Milton Zimmer – presidente estadual do partido);

Sebastião Alves de Sousa “Tião Branco” (Sindicalista, tem votação concentrada na Vila Canaã/Sororó (km 35) e Folha 33 – Nova Marabá. Atuou por muitos anos no Movimento Sindical dos Trabalhadores/as Rurais de Marabá (MSTTR) onde quando candidato em 2004 e 2008 teve mais de 800 votos.
Nesta última eleição foi preso por perseguição política. Atualmente está filiado à Federação dos/as Trabalhadores da Agricultura Familiar do Estado do Pará (FETRAF);
 Eva Abreu (administradora, com passagem no Banco do Povo, INCRA, SESPA, SEDURB e por último na Ouvidoria da gestão do prefeito João Salame é esposa do competente e histórico advogado Ronaldo Giusti e conta com apoio da ex-governadora Ana Júlia é da confiança do Dr. Jorge Bichara);
 
Marcelo Alves (atuou no INCRA de Marabá, em 2012 teve 841 votos, é da tendência Democracia Socialista que tem entre os líderes o secretário de administração e ex-vereador Ademir Martins e o ex-deputado federal Claudio Puty com que já tentou ser deputado estadual obtendo 1.143 sufrágios, foi assessor do prefeito João Salame);
Alessandro Bulhões Sobrinho (chegou a ser chefe de gabinete de Bernadete, foi assessor do prefeito João Salame e secretário de Turismo no período de 2015, atualmente no grupo do senador Paulo Rocha “Unidade na Luta”, mesma da tendência Luiz Bressan que foi secretário de educação da gestão do prefeito João Salame, tentou três vezes chegar na câmara na última atingiu a casa de 1.222 votos e para deputado estadual 1.739 sufrágios);
Ainda tem como candidatos/as do PT: Antônia de Jesus Sousa “Professora Antônia” (com forte atuação no KM 7 da Nova Marabá já conseguiu em 2012 a votação de 253); Cidiléia Lima dos Santos “ Cindy” (assessora do deputado Zé Geraldo, já tentou duas vezes, em 2008 teve 218 votos); Maria Eliene da Silva Fernandes “Eliene Mahal” em 2012 teve 45 eleitores/as; Maria Vilma de Oliveira  Araújo (na eleição de 2012 com sua Vilmania chegou a casa de 100); Maria Sueli Medeiros Serrano “Suely Serrano” (no PDT em 2012 teve 210 votos); Elza Vanna Barbosa Pires (professora);
Cícero Alves de Sousa “Cícero da Folha 29”; Felix Saraiva (atuação junto aos ferroviários); Genilson Lopes Vicente, “Euripedes” (assessor parlamentar); Marcelo Moreira (administrador quando “Bala Boa” em 2012 teve 67 votos, pretende triplicar a votação); Valdecy Ribeiro de Lima “Valdlar” (empresário); Francisco Xavier Ribeiro da Silva “Xavier” (líder comunitário na Vila Santa Fé, já foi sindicalista, candidato várias vezes chegando a mais de 800 votos, mas em 2012 diminuiu e só chegou 321 sufrágios; Manoel Severino Cavalcante e Edvilson Costa Igreja (tem atuado em ocupações de áreas de urbanas em Marabá, em 2012 diminuiu e só chegou 135 votos);
 
No Partido Trabalhista do Brasil  (PT do B - 70) que tem como líder a professora Jeania Santos. Dos oito candidatos/as principais expressões são:  Claudio Yaguara, Deodato, Laureni do Araguaia, Prof. Domingas (...); Heltinho Contador; Professora Patricia; Edgar motorista da SEASP; Dorivan "Dora do Km 08".
O Partido Ecológico Nacional (PEN – 51) defende a Sustentabilidade, no Pará é presidido pelo experiente pastor deputado estadual Raimundo Santos. Traz três candidaturas: Pastora Ana Paula; Dalila Alencar; e Adaílson Pinheiro. O presidente do PEN em Marabá é o professor Edivaldo Barbosa.

------------------------------------------------------

Este texto faz parte de um conjunto de publicações que originalmente vem sendo publicado pelo Rebojo, que no entanto, não faz parte necessariamente da opiniao de poster.

 

Nenhum comentário: