quarta-feira, 20 de julho de 2016

Prefeito interino pede afstamento e Juiza assume!

 

 Deu no Blog do zedudu

Com pressão nas alturas, prefeito interino de Marabá pede pra sair

Luiz-Carlos-1Luiz Carlos Pies (PT), o prefeito interino de Marabá, não é Capitão Nascimento – personagem do filme Tropa de Elite -, mas mesmo assim está pedindo à Câmara Municipal de Marabá para deixar o cargo. Pelo menos pelo prazo de cinco dias para cuidar da saúde.
É que o reserva de João Salame Neto, afastado pela Justiça por dívidas milionárias com o Ipasemar (Instituto de Previdência dos Servidores do Município de Marabá) estaria sofrendo com pressão alta. Segundo uma fonte ligada ao “Prefeito Chapéu”, como Luiz Carlos é chamado por usar sempre um chapéu no dia a dia, um médico de sobrenome Miranda aferiu a pressão de Pies e constatou que ela media 13 por 19, ou seja, bem mais alta do que o recomendável para sua idade. Ele recebeu ultimato médico para cuidar do problema com urgência.
Diante disso, o prefeito em exercício enviou documento para a Câmara nesta terça-feira, dia 19, solicitando seu afastamento por cinco dias, de 20 a 25 de julho. A Reportagem do blog apurou que os 21 vereadores de Marabá deverão se reunir na manhã desta quarta-feira, 20, para analisar o pedido de Luiz Carlos Pies.
O dilema está em quem vai substituir o prefeito que já é substituto. O presidente Miguel Gomes Filho, o Miguelito, não deverá assumir o cargo porque perderia o direito de candidatar-se à sétima reeleição no dia 2 de outubro deste ano. Os outros cinco nomes na cadeia sucessória no Legislativo marabaense: Beto Miranda, Leodato Marques, Gerson do Badeco, Pedro Correa e Ubirajara Sompré também evitam assumir a cadeira de prefeito para não ficarem inelegíveis.
Em Marabá, especula-se entre militantes do PT que Luiz Carlos não teria um problema tão grave assim, devendo bater em retirada antes do retorno de João Salame ao cargo de prefeito ainda esta semana.
Motivos para estar estressado o prefeito interino tem de sobras. Travou embates recentes com 1.100 educadores a quem diminuiu drasticamente seus salários; demitiu 80 agentes de endemias que atuavam em programa financiado diretamente pelo governo federal e ainda liderou uma batalha contra o vereador e ex-secretário de Educação Pedro Souza, braço direito de João Salame e que ainda exerce uma grande influência em setores específicos da Secretaria Municipal de Educação.
Atualização às 9h30
Hoje pela manhã, o prefeito interino Luiz Carlos Pies enviou nota pelas redes sociais onde afirma: “desmentindo boatos oportunistas de caluniadores, informo que não deixei o comendo interino da prefeitura de Marabá. Acontece que por recomendações médicas, tive que reduzir o ritmo de trabalho para respeitar o repouso necessário para manter o controle da minha pressão arterial. Até o início da próxima semana espero estar melhor”.
NOTA OFICIAL
Por motivo de tratamento de saúde, o Prefeito Municipal interino Luiz Carlos Pies licenciou-se cargo durante cinco dias, a partir desta quarta-feira, dia 20 de julho de 2016.
Em ofício, enviado na manhã desta terça-feira (19), ao qual foi anexado atestado médico, o Presidente da Câmara Municipal, Miguel Gomes Filho, foi comunicado para tomar as devidas providências, devido à vacância do cargo.
Assessoria de Comunicação – Ascom
 Fonte: Ze Dudu
-------------------

Nenhum comentário: