terça-feira, 7 de junho de 2016

PEDIDOS DE PRISÃO PARA CUNHA, JUCÁ, RENAN E SARNEY: CAI A REPÚBLICA DO PMDB!


A divulgação de que estão no Supremo pedidos para prisão de Eduardo Cunha, Romero Jucá, Renan Calheiros e José Sarney é um fato histórico. Os quatro são a base de todos os governos do Brasil desde o processo de abertura democrática.
O quarteto denunciado pelo procurador-geral Rodrigo Janot é a mais alta cúpula do PMDB, o principal aliado de todos os governos pós-Ditadura militar. Não é pouco que esses medalhões da política fisiologista, patrimonialista, coronelista e mais arcaica estejam, agora, muito próximos de serem detidos.
Com a possibilidade de punir esses sobrenomes, o Brasil ganha. A democracia brasileira respira. O sonho de uma sociedade onde o povo tenha papel mais relevante na definição das políticas de estado se fortalece.
No Rio de Janeiro, por onde fui eleito deputado, o PMDB está experimentando o exercício do poder há mais tempo. O resultado é fácil de se verificar: é a falência do estado. Servidores tiveram salários suspensos. A violência urbana é endêmica, a desigualdade é crônica, o transporte é totalmente colonizado por uma máfia e as enchentes são mais frequentes do que as ações de política urbana. Há Olimpíadas de gasto recorde, mas falta atendimento básico em unidades de saúde.
Esse modelo de governar para um pequeno grupo que realiza seus interesses de curto prazo através de políticos demagogos é o PMDBismo. É a vertente política destes que hoje estão nos noticiários policiais: Cunha, Renan, Sarney e Jucá. Superá-los é, antes de tudo, um avanço das luzes da democracia sobre os armários da velha oligarquia.

Texto: pagina do Jean Wyllys

Nenhum comentário: