quarta-feira, 18 de maio de 2016

Minha Casa Minha DiVida

O governo interino de Michel Temer desferiu mais um duro golpe contra a população mais carente. O Ministro interino das Cidades, Bruno Araújo (PSDB), revogou, nesta terça-feira (17), a construção de 11.250 unidades do programa Minha Casa Minha Vida.
O programa atenderia famílias com renda mensal bruta de até R$ 1.800 e se refere à modalidade "Entidades", cujo financiamento é destinado às famílias de baixa renda organizadas de forma associativa (como em cooperativas e associações, por exemplo), que produzam suas unidades habitacionais.

Nenhum comentário: