terça-feira, 1 de março de 2016

Novo lider do PT no senado, o quase mensaleiro!

PAULO ROCHA É NOVO LÍDER DA BANCADA DO PT NO SENADO
O senador Paulo Rocha (PT-PA) é o novo líder da bancada do Partido dos Trabalhadores no Senado Federal. A decisão, por unanimidade, foi tomada pelos senadores petista nesta terça-feira (1º). O parlamentar assume o lugar de Humberto Costa (PE), que foi nomeado pela presidenta Dilma Rousseff como líder do governo na Casa.
Paulo Rocha assumiu o mandato de senador em 2015 – eleito com 1.566.250 votos – e, pela primeira vez, liderará a bancada petista no Senado. O parlamentar também liderou a bancada do PT na Câmara dos Deputados em 2005.
O perfil de Rocha é de negociador, sendo um dos principais interlocutores do Legislativo com o então governo do ex-presidente Lula. Durante os cinco mandatos exercidos na Câmara dos Deputados, de 1991 a 2005 e de 2007 a 2011, Paulo Rocha presidiu as comissões do Trabalho e da Amazônia, além de líder da bancada do Pará e a bancada da região Amazônica no Congresso Nacional.
Saudação do presidente do senado
Logo após a reunião da bancada, o presidente do senado, Renan Calheiros, reúne-se com os parlamentares da bancada e do bloco de apoio ao governo, que felicitou ao PT pela escolha de Paulo Rocha. “É um senador cordial, paciente e vai contribuir muito para o andamento dos trabalhos da Casa. Parabenizo pela escolha de Paulo e quero agradecer acolhimento do nosso pedido desde encontro para ouvir pontos que vão nortear esforços nas prioridades do Congresso”, reconheceu Renan.
Na Câmara, ele foi autor de oito propostas que posteriormente se tornaram leis que beneficiam os trabalhadores. Entre elas, participou da criação da legislação que cria o seguro-defeso, assegurando um salário mínimo por quatro meses ao pescador artesanal durante o período de reprodução de crustáceos e peixes. Foi também um dos autores do projeto de lei que regulamentou a profissão dos Agentes Comunitários de Saúde, além da que combate o trabalho escravo, um dos mais graves problemas sociais da Amazônia.
Paulo Rocha trabalhou ainda a favor de projetos para o Norte do Brasil, como a dos elevadores hidráulicos (conhecidas como eclusas) para transpor a barragem da hidrelétrica de Tucuruí, no rio Tocantins, favorecendo a navegação. Essa foi uma das mais importantes obras do governo do presidente Lula.
Trajetória sindical
Filho de pai lavrador e mãe professora primária, o senador começou a trabalhar desde cedo e ajudava a cuidar dos irmãos. Durante a adolescência, formou-se na Escola Salesiana do Trabalho, no bairro de Sacramenta, em Belém, a capital paraense. Morou na escola durante dez anos, onde se tornou instrutor de arte gráfica. Tipógrafo, impressor e laboratorista, imprimiu na Escola Salesiana panfletos contra a ditadura militar, chegando a ser preso nessa época por 12 horas pela Polícia Federal.
Paulo Rocha foi ainda líder do Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias Gráficas e ajudou a fundar o PT e a criação da Central Única dos Trabalhadores (CUT) no Pará, sendo o primeiro presidente da entidade no estado. (ascom - MANDATO DO PAULO ROCHA)

Nenhum comentário: