quarta-feira, 30 de março de 2016

Em defesa de Mariana - UFMG em ação

A primeira reunião do programa Participa UFMG Mariana/Rio Doce – que apoia comunidades atingidas pelo rompimento da barragem de minério na cidade mineira –foi realizada na manhã desta quarta, 30, no campus Pampulha. Organizado pela Pró-reitoria de Extensão, o evento contou com a participação de 28 docentes, servidores técnico administrativos e estudantes de pós-graduação, representantes dos 53 grupos de extensão e pesquisa cadastrados no programa e que já vêm desenvolvendo ações nas regiões de Mariana e do Rio Doce.
O objetivo do Participa UFMG é articular grupos da UFMG envolvidos com mapeamento, diagnóstico e soluções para os danos e possível reconstrução das áreas atingidas, além de estimular o desenvolvimento de ações interinstitucionais continuadas.
A vice-reitora da UFMG, Sandra Goulart Almeida, agradeceu a adesão e o envolvimento dos grupos em resposta à chamada pública aberta pelo Participa e disse que a expectativa é que "o engajamento de tantos agentes, incluindo os servidores técnico-administrativos, tenha grande efeito multiplicador e ponha em ação a dimensão pública da Universidade".
A pró-reitora de Extensão, Benigna Maria de Oliveira, destacou a importância de a UFMG se manifestar a respeito dessa tragédia de maneira mais ampla, não descolada de uma política institucional. Ela exaltou o trabalho em rede desenvolvido pela Proex, em áreas como saúde mental, juventude e cidades, que seguem a mesma lógica do Participa UFMG.(Site - UFMG)

Nenhum comentário: