sábado, 12 de março de 2016

EFA da Região de Marabá: 20 anos de história






As origens da Educação do Campo no estado do Pará estão ligadas as experiências educativas de formação de jovens agricultores/as utilizando a Pedagogia da Alternância.  Tendo como projetos pioneiros a Casa Familiar Rural (CFR) de Medicilândia, em 1995 e a Escola Família Agrícola (EFA) da Região de Marabá, em 1996. Ressaltamos que no Pará a primeira EFA funcionou no município de Afuá criada em 1992.
O marco inicial da EFA da Região de Marabá é o I Encontro de Jovens Camponeses, realizado em outubro de 1993, pela Fundação Agrária do Tocantins Araguaia (FATA) no âmbito do Programa Centro Agroambiental do Tocantins (CAT), em conjunto com seus Sindicatos dos/as Trabalhadores/as Rurais (STTR´s) de Marabá, Itupiranga, Jacundá, São João do Araguaia, São Domingos do Araguaia e Nova Ipixuna. O surgimento da ideia de criar uma Escola Agrícola - Projeto Futuro do Jovem Camponês é este encontro de jovens, início da caminhada.
Neste evento o educador Emmanuel Wambergue “Manu” então Diretor Executivo da FATA relatou a experiência da França nascida em 1935. O caso brasileiro surgiu em 1968, sob a animação de Padre Humberto Pietogrande e foi contado pelo  técnico agrícola do Projeto Agroflorestal do Tocantins (PAF) da FATA Francisco Cruz de Lima Sobrinho “Francismar” egresso da EFA de Olivânia – Espírito Santo, que também recomendou conhecer as experiências no Maranhão.
Em 1993 foi criada uma Comissão de Articulação Pró Implantação da EFA, em 1995 a Associação dos Pais da Escola Família Agrícola (APEFA) esta manteve ativa até 2000. A EFA ficou vinculada a FATA/FETAGRI até 2011.
A EFA iniciou seu funcionamento em 18 de março de 1996 quando iniciou as aulas com a primeira turma com vinte dois jovens rurais, formando em 1999 cartoze. Ao longo da história formou vários jovens em agricultores/as técnicos/as ou agentes de desenvolvimento rural sustentável (técnicos/as em agropecuária com ênfase em agroecologia), colaborou com a construção da Educação do Campo na região, serviu de base para o nascimento da Escola Agrotécnica de Marabá, posteriormente transformada no Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Pará (IFPA – Campus Rural), esta instituição desenvolve cursos de Educação Profissional em níveis médio e superior para os/as camponeses/as e indígenas populações.
As Conferências, o Fórum Regional  de Educação do Campo e as organizações tem permitido continuar a história rumo a uma Política Pública de Educação do Campo, em Marabá e região Araguaia - Tocantins, na floresta, na aldeia, no acampamento, no assentamento, ou seja, para os/as camponeses/as, indígenas e quilombolas.


Em dezembro de 2013 organizamos o Seminário 20 anos da Pedagogia da Alternância na Transamazônica: a experiência da EFA da Região de Marabá – Pará, que serviu para celebrar vinte anos do nascimento da ideia (1993); tornar público a retomada da EFA. Estas ações têm buscado o fortalecimento da Pedagogia da Alternância e Educação do Campo em âmbito regional e da EFA.
Caminhando para quatro anos de retomada da EFA atual e seu segundo ano de funcionamento. Sonhamos com a realização de um encontro, uma celebração ou comemoração. Resistimos, em função da conjuntura política municipal, estadual e nacional de contenção de despesas, e por fim, tomamos a decisão de forma coletiva, então vamos comemorar. Porque ano que vem será 21, 30, 40, 50..., mas, 20 só teremos esta oportunidade. Que continuemos a luta e a história.
O objetivo do Seminário: história, desafios e perspectivas da  Pedagogia da Alternância  na Região Sudeste do Pará é abrir as comemorações de 20 anos da Escola Família Agrícola (EFA) da Região de Marabá. No meio da história os 10 anos da formatura da primeira turma do ensino médio e educação profissional (EMEP I e II) financiado pelo Programa Nacional de Educação na Reforma Agrária (PRONERA). É para todos/as que se identificam com a Escola Família Agrícola, Pedagogia da Alternância, Educação do Campo, Agricultura Familiar (...). No presente evento serão aprovadas ações para o decorrer de 2016.



[1] Folder de divulgação do Seminário: história, desafios e perspectivas da  Pedagogia da Alternância  na Região Sudeste do Pará. 18 a 20 de março de 2016 na EFA Padre Humberto Pietogrande – Marabá.

Nenhum comentário: