domingo, 14 de fevereiro de 2016

Depois de chamar os aposentados de vagabundos

O texto abaixo refelte um pouco os tantos privilégios, que a Previdência tá quebrada, só en 2015 o déficit foi de 80 bilhões,


Viva o amor e a futura pensão vitalícia...

(texto José Ricardo Sasseron) ...Anteontem o senhor Fernando, viúvo de 82 anos, foi ao Cartório formalizar sua união estável com a jovem Patrícia Kundrát, de 36. A vida particular de ambos só interessa a eles, e ninguém tem nada com isso. Que seja feliz, o casal.
Senhor Fernando é aposentado e a união estável formalizada garantirá pensão vitalícia à jovem 46 anos mais nova, quando ele presumidamente falecer. O Estado brasileiro, os contribuintes e as empresas que recolhem para a Previdência vão custear este benefício, garantido pela legislação. Até aí também nada de mais, direito é direito, deve ser respeitado e garantido de maneira isonômica a todo e qualquer cidadão.

Tudo isto não teria nenhuma importância, não fosse o Fernando em questão o Henrique Cardoso, que chamou os aposentados de vagabundos. Aquele mesmo que desejava privatizar a Previdência e só não o fez por conta da forte reação social, popular e sindical e por causa do alto custo da transição para um sistema privado.
Se o Presidente tivesse conseguido seu intento, o cidadão Fernando não precisaria formalizar a união estável pois a consorte não teria mais direito à pensão vitalícia.
Imaginem, amigos diletos, a reação dos grandes jornalecos e redes de tv se o Fernando em questão não se chamasse Fernando, mas Luis Inácio...

Nenhum comentário: