domingo, 19 de abril de 2015

CPT divulga Relatório 2014 de Conflitos no Campo

CPT divulga Relatório “Conflitos no Campo 2014”


Língua Ferina divulga também através do texto abaixo:
A Comissão Pastoral da Terra (CPT) divulgou nesta semana o seu relatório anual sobre conflitos e violência no meio agrário brasileiro, documento que vem sendo atualizado desde o ano de 1985.

Violência cresce no campo em 2014
As ocorrências de violência contra a pessoa em 2014 cresceram. O número de assassinatos passou de 34 em 2013, para 36 em 2014, um aumento de 6%.

Esse crescimento se deu na região Centro-Oeste, onde o número de assassinatos passou de 6 para 8, 33% a mais, e no Sul, de 1 para 3, 200% a mais. Na região Norte o número se manteve igual, 14 assassinatos tanto em 2013, quanto em 2014.

Já na região Nordeste o número teve declínio de 10 para 9, e no Sudeste de 3 para 2.

O estado com o maior número de registros de assassinato é o Pará, 9. Rondônia e Mato Grosso vêm a seguir com 5. O Pará apresentou crescimento de 50% no número de assassinatos (6 em 2013, 9 em 2014) e Rondônia 400% (1 em 2013, 5 em 2014).

Em 2014 sobressai:
• o número de mulheres assassinadas em conflitos (8), 22% do total;
cinco das pessoas assassinadas haviam recebido ameaças de morte, todas lideranças, sendo uma mulher.

Mas o que mais chama a atenção, em 2014, é o aumento no número de tentativas de assassinato. De 15 tentativas em 2013, o número saltou para 56 em 2014, crescimento de 273%. Esse crescimento se deu em todas as regiões do Brasil, menos no Centro-Oeste, onde o número caiu de 7 para 3. No Nordeste as tentativas cresceram de 5 em 2013, para 11 em 2014, 120%; no Norte de 0 para 32, 3.200% (28 delas no Pará); no Sudeste de 1 para 7, 600% e no Sul de 2 para 3, 50%.
 
-----Ver mais AQUI

Nenhum comentário: