terça-feira, 10 de março de 2015

MST emite nota sobre ataque dos fazendeiros

Em nota à Imprensa, o MST denunciou que o acampamento Frei Henri (antiga A Fazendinha) sofreu nesta manhã mais um ataque dos fazendeiros que grilaram a área. O trecho da estrada que liga Curionópolis a Parauapebas, onde estão acampadas as famílias, foi interditada pelos latifundiários que disparam tiros a todo instante contra os barracos.
“Os ataques vêm sendo corriqueiros desde agosto de 2010, quando as famílias ocuparam a Fazenda Fazendinha em Curionópolis. Bombas, pistoleiros e luzes sobre o acampamento durante a noite tem sido utilizado pelos fazendeiros nas diversas tentativas de expulsar as famílias”, diz o MST.
O Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA) de Marabá vistoriou a área no final de 2010 e concluiu no laudo que a área era grila e improdutiva. Com ganho por parte das famílias nos primeiros processos judiciais, os fazendeiros se revoltaram e passaram a barbarizar o local. Fonte: MarabáNotícias

Nenhum comentário: