sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

CPI DA PROPINA NA PETROBRAS COMEÇA EM ÁGUAS PROFUNDAS E OBSCURAS


Foi rejeitada a Questão de Ordem do PSOL, apresentada por Ivan Valente, exigindo que não participassem da CPI deputados que tiveram campanhas financiadas por empreiteiras investigadas na Lava Jato.
Apenas o PPS apoiou a nossa iniciativa. Todos os outros partidos, do PT ao PSDB, defenderam a "isenção" e "independência" dos seus membros indicados, mesmo reconhecendo que receberam alta grana das empreiteiras propineiras.
Juram que vampiro pode gerenciar banco de sangue. Pelo que aqui foi dito, muitos receberam "ajuda" da OAS, Camargo Correa, Sanko, Engevix, Galvão Engenharia, Mendes Junior, UTC e Toyo Setal. Dá para acreditar numa CPI em que "inquisidores" e "inquiridos" têm relações tão carnais?

Nenhum comentário: