segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

Quilombolas de Portel acusam a empresa Cikel de agressão e ameaça

 A Associação Comunitária de Remanescente de Quilombo da Comunidade de São Sebastiao Cipoal, no rio Pacajá, localizado no município de Portel, arquipélago do Marajó, registrou no dia 22 de janeiro, boletim de ocorrência contra a empresa Cikel. Moradores acusam a empresa de coerção privada. Conforme o BO lavrado na delegacia do município, três indivíduos conhecidos apenas por Tonhão, Nildo e Silvio, armados de espingarda, trajando fardamento do Exército Brasileiro (EB) estão invadindo as casas dos moradores e tomando ferramentas de trabalho, caça, pesca e agredindo moradores. Segundo o BO, os três acusados se identificam como polícia do EB. A última dos acusados foi na comunidade Nossa Senhora do Carmo. Lá eles agrediram o senhor Alacid Maria Moraes com um soco, e levaram todos pertences do mesmo. Os quilombolas relatam que o fato ocorreu no dia 12 do corrente mês. O BO registra que os três homens avisam que os moradores das duas comunidades ocupam área da Cikel. (Rogério Almeida)

Nenhum comentário: