segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

LAVA JATO: Empreiteiras Investigadas doaram quase R$ 500 milhões nas eleições


Enquanto não vai sai a lista final dos parlamentares e governantes envolvidos na operação Lava Jato e o núcleo duro empresarial das empreiteiras continua preso, o jornal O Globo, divulgou hoje uma reportagem em que as investigadas na Lava Jato doaram pelo menos R$ 484,4 milhões nas eleições . Segundo a reportagem, as doações foram diluídas por meio de subsidiarias das empreiteiras, o que dificulta o rastreamento das contribuições. Políticos delatados pelo ex-diretor, estão entre os principais beneficiados.
Estamos falando do que foi apurado até agora. São quase 500 milhões de reais de dinheiro de corrupção, que contaminou o processo eleitoral com doações a partidos e candidatos. Não é mais possível aceitar o silêncio e a conivência da maioria dos partidos e da mídia. É preciso canalizar a indignação popular com a corrupção para o fim do financiamento privado de campanha nas eleições ou fora delas.
No STF, já está em 6x1 o placar entre os ministros, (o que define o resultado a favor) sobre a Ação Direta de Inconstitucionalidade da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), no sentindo de exigir o fim das contribuições das empresas. Mas o Ministro Gilmar Mendes pediu vistas do processo há nove meses e propositalmente não devolve.
Sabemos que uma profunda reforma política só virá com grande pressão popular e que a maioria dos congressistas e governantes acostumados à ração empresarial do financiamento, com o seu toma-lá da-cá, não vão cortar na própria carne fazendo uma reforma política séria. Daí a necessidade de uma campanha imediata que deve ganhar as ruas e as redes sociais
Mandato Ivan Valente

Nenhum comentário: