quinta-feira, 8 de janeiro de 2015

A Escola como mediadora entre os conhecimentos: empírico e científico 2



Conforme um documento da União Nacional das Escolas Famílias Agrícolas do Brasil (UNEFAB) o “Plano de Estudo é o principal instrumento pedagógico na articulação entre os conhecimentos empíricos e teóricos, trabalho e estudo. Ele é um caminho de mão-dupla, uma que traz os conhecimentos da cultura popular para o CEFFA e outra é responsável de levar para vida cotidiana as reflexões aprofundadas na Escola”.
Lançamos mãos de alguns dizeres: “a vida ensina mais que a Escola”, muitas pessoas adquirem conhecimentos sem ao menos ter freqüentado a um estabelecimento de ensino, ou às vezes ter freqüentado por pouco tempo. As mudanças políticas, sociais, culturais e econômicas na sociedade contemporânea exigem um conhecimento mais complexo de maneira que uma formação escolar é indispensável e necessária. Outro “ensinar para vida” aqui reside o grande desafio da Escola que seu currículo esteja incluídos conhecimentos que sejam úteis para a vida cotidiana das pessoas.
A presidenta Dilma Rousseff por ocasião da sua posse do segundo mandato tem declarado a Educação como prioridade e cunhou o seguinte lema: Brasil: Pátria educadora. Neste sentido, temos muitos desafios pela frente o maior pode ser sintetizado na implementação do Plano Nacional de Educação (PNE), sobretudo na meta referente ao Piso Salarial Nacional do Magistério que em 2015 será de R$ 1.917,78 “valorizar os (as) profissionais do magistério das redes públicas de educação básica de forma a equiparar seu rendimento médio ao dos (as) demais profissionais com escolaridade equivalente, até o final do sexto ano de vigência deste PNE”. A valorização do/a educador/a é uma questão importante para o fortalecimento da Escola em vista da sonhada educação pública e de qualidade. Avante rumo à Pátria educadora.

Referências
KUENZER, A. Z. As relações entre conhecimento tácito e conhecimento científico a partir da base microeletrônica: primeiras aproximações. Educar, Curitiba, Especial, p. 43 -69.  2003 Editora UFPR.
KUENZER, A. Z.; RODRIGUES DE LIMA, H. As relações entre o mundo do trabalho e a escola: a alternância como possibilidades de integração. Educação, UFSM: Santa Maria, v. 38, n. 3, p. 523 -536, set./dez. 2013.

Nenhum comentário: