quinta-feira, 24 de julho de 2014

Morre Ariano Suassuna

Morre Ariano Suassuna  =/

O escritor nasceu em João Pessoa (PB), em 16 de junho de 1927. Com apenas 3 anos, perdeu o pai, João Urbano Pessoa de Vasconcelos, assassinado por inimigos políticos que fizera ao combater o coronelismo nordestino.

A mãe, Rita de Cássia Dantas Vilar Suassuna, criou sozinha o pequeno Ariano e os oito irmãos.

Em 1943, Suassuna inscreveu-se no Ginásio Pernambucano. Lá escreveu os poemas Guabirabas e A Morte do Touro Mão-de-Pau, de caráter épico. Em 1945, publicou o poema Noturno no Jornal do Comércio, do Recife. 

Apesar de ter iniciado estudos de literatura, formou-se em direito, na cidade do Recife, em 1946, onde escreveu no ano seguinte a peça Uma Mulher Vestida de Sol. Criou depois as peças Auto de São João da Cruz (1950), O Arco Desolado (1952) e sua obra mais conhecida, Auto da Compadecida (1955), que lhe garantiu o reconhecimento como um dos maiores dramaturgos brasileiros. 

Publicou ainda romances, entre os quais A Pedra do Reino (1970). Foi um dos principais expoentes do movimento Armorial, que visava recuperar as raízes históricas do Nordeste.

Suassuna faleceu em decorrência de um acidente vascular cerebral (AVC).

Foto: Secretaria de Cultura do Estado da Bahia
 
O escritor nasceu em João Pessoa (PB), em 16 de junho de 1927. Com apenas 3 anos, perdeu o pai, João Urbano Pessoa de Vasconcelos, assas...sinado por inimigos políticos que fizera ao combater o coronelismo nordestino.
A mãe, Rita de Cássia Dantas Vilar Suassuna, criou sozinha o pequeno Ariano e os oito irmãos.
Em 1943, Suassuna inscreveu-se no Ginásio Pernambucano. Lá escreveu os poemas Guabirabas e A Morte do Touro Mão-de-Pau, de caráter épico. Em 1945, publicou o poema Noturno no Jornal do Comércio, do Recife.
Apesar de ter iniciado estudos de literatura, formou-se em direito, na cidade do Recife, em 1946, onde escreveu no ano seguinte a peça Uma Mulher Vestida de Sol. Criou depois as peças Auto de São João da Cruz (1950), O Arco Desolado (1952) e sua obra mais conhecida, Auto da Compadecida (1955), que lhe garantiu o reconhecimento como um dos maiores dramaturgos brasileiros.
Publicou ainda romances, entre os quais A Pedra do Reino (1970). Foi um dos principais expoentes do movimento Armorial, que visava recuperar as raízes históricas do Nordeste.
Suassuna faleceu em decorrência de um acidente vascular cerebral (AVC).
Foto: Secretaria de Cultura do Estado da Bahia

Nenhum comentário: