sábado, 14 de junho de 2014

Que intransigência Ullisses?

Caro Ulisses Pompeu,

Saber que trabalhas no jornal do PIG (Partido da imprensa golpista) a gente sabe, entretanto é necessário um mínimo de discernimento.
Nos pareceu ridícula sua matéria"comprada" no jornal, os seus dados e as suas informações são falsas ainda mais que te coloca numa macro de relações de bastidores do poder que tu não tem noção. 
Se queres fazer algo sério, colocamos nossas fontes a disposição, ser chapa branca é um perigo, ademais se fizesse o simples da atividade jornalista teria dado ao seu leitor informações coerentes, lembrando que um jornal informa e forma opinião.
Por exemplo usar o avião do fazendeiro para produzir informações e imagens desse tipo é algo que não te isenta da mesma responsabilidade que tem um pistoleiro, que é atentar contra vidas de pessoas.
Tu sabes que há pistoleiros na fazenda, oriundos de São Félix do Xingu, homens do prefeito João Cleber, aliás do sabes quem é João Cleber? E outros comandados pelo Zé Iran, matador da Cosipar e que o Rafael Saldanha pretenso dono do imóvel é réu no processo da morte do Fusquinha e Doutor, em 26 de março de 98?
Isso meu caro, não é nada pessoal, estamos respondendo apenas a matéria, aliás jornalista é o que escreve.
Aproveito para dizer que estamos enviando para outros jornalistas essa nossa carta.
A matéria a que nos referimos é a edição do Jornal Correio de Tocantins, do dia 12 a 13 de junho de 2014, título, "A Invasão da Intransigência".
 
Charles Trocate

Nenhum comentário: