segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014

50 ANOS DO GOLPE MILITAR


 Manter viva a nossa memória para fortalecer nosso compromisso com a Democracia

Democratas:
...
Há cinco décadas, através de um golpe militar, o Brasil foi mergulhado em uma ditadura que durou 21 anos. Foi um golpe violento em nossa frágil democracia: partidos foram postos na clandestinidade, líderes políticos cassados e/ou exilados, entidades de trabalhadores sofreram intervenções, a imprensa foi amordaçada, ... Aqueles que discordaram dos generais foram perseguidos, presos, muitos foram assassinados, muitos ainda continuam “desaparecidos”.

Muitos desses fatos continuam sob silêncio, ou para eles somente há a versão oficial. Diferente de outros estados brasileiros, o Pará ainda não criou a sua Comissão da Verdade, destinada a investigar esses fatos, trazê-los à luz da verdade, informar a sociedade paraense. A Verdade, é o que queremos!

Na próxima quarta-feira (05/02), a partir das 17h, no auditório da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-PA), vamos reunir dirigentes políticos, líderes partidários, representantes de entidades democráticas e cidadãos do Pará. Vamos propor e discutir uma agenda de eventos que resgate, de forma crítica, a nossa memória política recente e não deixe passar em branco os 50 anos do Golpe Militar.

Traga sua proposta de evento! Participe!

Ordem dos Advogados do Brasil – OAB-PA
Comitê Paraense pela Verdade e Justiça
Sindicato dos Jornalistas no Pará – Sinjor-PA
Sociedade Paraense dos Direitos Humanos

Nenhum comentário: