quinta-feira, 26 de setembro de 2013

Ativstas presos

Dois ativistas do Greenpeace estão neste momento atrás das grades, na Rússia, por terem feito um protesto pacífico contra a exploração de petróleo no Ártico. A Justiça do país determinou que eles fiquem sob custódia por dois meses, até que a investigação sobre pirataria seja concluída. Enquanto você lê este email, os outros 28 ativistas – incluindo a brasileira Ana Paula Maciel – que participaram da ação estão dando depoimentos numa corte russa, e podem ter o mesmo destino.
Ajude-nos a fazer pressão nas embaixadas russas para que libertem nossos ativistas!
Assine a Petição
Ontem, o próprio presidente da Rússia, Vladimir Putin, declarou publicamente que o protesto do Greenpeace não tem nada a ver com pirataria. Mas as autoridades de segurança do país continuam insistindo nessa hipótese. Nós não vamos nos curvar a ameaças, pois o maior risco nessa história continua sendo a exploração desenfreada de ecossistemas frágeis como o Ártico. Ativismo pacífico não é crime. É um direito de todo cidadão!

Nenhum comentário: