terça-feira, 6 de agosto de 2013

BIG-MAL

398 trabalhadores do Big Serviço continuam paralisados
GREVE QUE COMEÇOU ONTEM JÁ CAUSA GRANDE PREJUÍZO E DIREÇÃO DA EMPRESA VAI NEGOCIAR AGORA À TARDE NA SEDE DO SEC-PARÁ
 
Os 398 funcionários do Big Serviço, gerenciado pelo grupo BR Farma nas lojas de farmácias Big-Bem estão em greve desde ontem. A paralisação começou no Mercadão dos Medicamentos, no Entroncamento, entrada da capital paraense. Antes, os funcionários fizeram publicar uma convocação, na qual narram o que está acontecendo e que a movimentação decorre da imposição de longas jornadas de trabalho, assédio moral por constrangimentos diversos, inclusive dos supervisores, descontos absurdos nos contracheques, não reajuste salarial concedido por ocasião da assinatura do acordo coletivo da categoria, não pagamento do adicional de risco e descumprimento da convenção coletiva de trabalho assinada com o sindicato, no caso, o Sindicato dos Empregados no Comércio do Estado do Pará – SEC-Pa.
Ainda no dia de ontem, as partes não chegaram a um acordo. Segundo o presidente do SEC-Pará, Ivan Duarte, logo mais, às 16h, a direção da BR Farma, que comanda o Big Serviço e as drogarias Big-Bem, estarão reunidos na sede do sindicato, para debater a questão.
Ivan disse que, se houver acordo, os funcionários das drogarias também serão contemplados com os benefícios, do contrário, a categoria também cruzará os braços. No momento, só o Big Serviço está paralisado, o que já causa um transtorno para a população, de vez que os pagamentos diversos estão sendo feitos nas agências bancárias e nas casas lotéricas, o que parece ser insuficiente para atender a demanda, já que a greve no Big Serviço atingiu os 100 por cento.
Disse ainda Ivan, que o presidente da Federação dos Trabalhadores no Comércio e Serviço dos Estados do Pará e Amapá, Zé Francisco, também vai participar das negociações de logo mais.
Segundo Ivan, se não houver acordo algum, a greve permanecerá e desta vez vai se estender aos trabalhadores das farmácias também. Fonte: Assessoria da UGT

Nenhum comentário: