terça-feira, 12 de março de 2013

Torneio Pesque e Solte está de volta!

Previsto para acontecer no próximo dia 27, o Pesque e Solte no Caís, torneio de pesca promovido pela Prefeitura de Marabá, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma), iniciou nesta segunda-feira (11) as inscrições para o evento. O torneio objetiva o incentivo a pesca de barranco, assim como ao pesque e solte, que não é predatório.

O valor da inscrição é três quilos de alimentos não perecíveis (exceto sal e milharina) e a pessoa recebe uma vara de pesca com linha e anzol, boné, camiseta e cupom para água e lanche. Não será permitida, nesse torneio, a pesca com equipamentos adicionais como molinetes, apenas com o caniço do kit fornecido pela Semma. A intenção é não permitir vantagens de uns sobre os outros.
Os kits estão disponíveis nos seguintes pontos: Chic Lazer, na Marabá Pioneira; Supermercado Alvorada, situado na Avenida Nagib Mutran, Cidade Nova; Supermercado Mateus, na Folha 33 – Nova Marabá; e na Semma, localizada na Agrópolis do Incra.
Capacitação – A Semma promove amanhã (12), das 08h às 12h, no auditório da Secretaria Municipal de Agricultura, uma capacitação para o pessoal que vai trabalhar na organização e fiscalização do torneio.
 
Fonte: Marabanarede

Um comentário:

Anônimo disse...

Nao gosto deste negocio de pesque e solte. Vejo como um ato de violencia contra a natureza, embora, seja e permitido. Mas, acho imoral.

Tanta coisa poderia ser feita em nossos rios, que pudessem promover o lazer e a cultura e as mentes deficitarias escolhem justamente a de menor esforço e menos interessante.

Vejo que os rios são subaproveitados naquilo que poderiam render maior dividendos. Como? Provas Interegionais de Natação em geral, Caiaqui, Visita às Margens, atraindo desportistas e turistas.

Esse negocio aí é besteira de gente de mente menos privilegiada que nao leva e nem traz nada de beneficios para esse povo sem opção de lazer, de desporto, cultura e etc.

Devia ser proibido pois maltrata os peixes quando estes sao fisgados por anzois pontudos, machucados e devolvidos feridos aos rios. Pensem...