sábado, 23 de março de 2013

Pulverizando vidas

 Tempo de tristezas e muita revolta.

É com grande, grande tristeza que envio este texto  para repassar o
ocorrido esta semana em Nova Guarita, no assentamento Raimundo Vieira.
Assim como em Lucas do Rio Verde, agricultores foram submetidos a uma
"pulverização" de veneno. Um avião fez um rasante e jogou veneno
literalmente na cabeça das pessoas, atingindo casas, lavouras, áreas
matas... Nada foi perdoado.

Nem precisa dizer que as famílias passaram mal, algumas inclusive
hospitalizadas, e houve a destruição de 18 áreas de agrofloresta que
começaram a ser plantadas em 2010. Uma verdadeira tristeza pois estas áreas
vinham sendo utilizadas como sustento destas famílias que agora não sabem o
que vão fazer.

O pessoal de Nova Guarita está se mobilizando para tomar as providências
possíveis. No entanto o estrago já está feito.

 Tá dificil acreditar que as coisas vão melhorar, em pleno seculo 21 essas
coisas são praticadas, ficam na impunidade e ainda tem apoio de uma grande
parcela da população, 'bando de ignorantes, vivendo as custas do sangue
humano'.

"O latinfundio é feito um inço que precisa acabar
romper as cercas da ignorancia que produz a intolerância
*Terra* é de quem *Plantar*!"

(Canção da Terra, O Teatro Mágico)
-----------------------------------------------------------

Trecho da matéria que saiu no jornal de nova guarita.
 Fazendeiro do município de Nova Guarita é detido ao pulverizar
pastagens<http://noticiasdenovaguarita.blogspot.com.br/2013/03/fazendeiro-do-municipio-de-nova-guarita.html>
  <http://2.bp.blogspot.com/-vrrbYYY_us8/UUiqUy_97EI/AAAAAAAAOvQ/GUvBZs6ASPI/s1600/2013-03-18_203907.jpg>


  Depois de denúncia feita por famílias atingida por herbicidas em uma
Comunidade conhecida por Gleba Gama interior de Nova Guarita MT no ultimo
dia 15, resolveram denunciar o fazendeiro
Sr. Carlos Braga para o ministério público de Terra Nova do Norte, segundo
a denúncia, famílias foram vitimas de intoxicação.
 A GPM de Nova Guarita foi acionada pela promotoria de justiça de Terra
Nova do Norte-MT que próximo uma área em conflito com assentados, um avião
pulverizava pastagens com herbicida e atingia outras propriedades.
 Os policiais militares de imediato deslocaram até o local,  e ao se
aproximar da localidade avistaram o avião em pleno vôo, e pulverizando  na
área.
 Os policiais ao chegar a uma residência depararam com pessoas com sinais
de irritação por parte do herbicida.
 Seis (06) pessoas foram encaminhadas para hospital municipal de Terra Nova
para serem medicadas e foram liberadas em seguida,
 Já o proprietário da fazenda Baixada Verde em Nova Guarita o Sr. Carlos
Braga com mais dois (02) funcionários de uma empresa de Sinop responsável
pela aplicação do herbicida foram detidos, pagaram fianças e foram
liberados, foram aprendidos um caminhão furgão F4.000, muitos galões de
herbicidas, mais foi liberado nesta segunda 18, o Delegado da polícia Civil
Adriano marcos Alencar do município de Terra Nova do Norte é o responsável
pelo inquérito e vai continuar investigando o caso.
 Segundo a polícia civil, a empresa que fazia a pulverização é licenciada e
especializada no ramo está regularizada tem prontuário e que todos os
insumos utilizados na pulverização aérea tem origem onde foram apresentadas
as devidas notas fiscais e o caso segue na justiça.

 E nós aqui em Alta Floresta parece que estamos apenas esperando para
também sermos agradiados com este tipo de coisa. Precisamos começar um
movimento mais forte em todos os municípios para coibir esta prática.
Poderíamos usar o evento do dia 06 e 07 de Abril para marcar uma posição a
este respeito.

Abraços
Alexandre

Nenhum comentário: