domingo, 17 de fevereiro de 2013

UEPA oferece curso de Especialização em Educação Médica em Marabá

 

Estão sendo ofertadas 50 vagas. Destas, 40 são destinadas a médicos e dez para outros profissionais portadores de diplomas de graduação na área de saúde. As inscrições serão realizadas no período de 6 a 28 de fevereiro.

A Universidade do Estado do Pará (Uepa) realiza no período de 6 a 28 de fevereiro de 2013, as inscrições ao processo seletivo para o Curso de Especialização em Educação Médica, em Marabá. Estão sendo ofertadas 50 vagas. Serão concedidas bolsas de estudo para cinco candidatos, em ordem de prioridade, para professores e técnico-administrativos efetivos no exercício de suas funções e alunos egressos da UEPA, conforme determina resolução CONSUN 2076/2010.
  Para se inscrever, os candidatos deverão preencher a Ficha de Inscrição disponível no site da Uepa (www.uepa.br) e entrega-la junto com a documentação exigida no edital, exclusivamente via SEDEX, para a Coordenação de Apoio e Desenvolvimento ao Ensino, Pesquisa, Extensão e Pós-Graduação (COAD/CCBS), localizada na Travessa Perebebuí, nº 2623, Belém - Pará – CEP: 66087-480, bairro do Marco, com a seguinte identificação: Especialização em Educação Médica/Campus Uepa Marabá.
 Das vagas ofertadas, 40 são destinadas a médicos e dez para outros profissionais portadores de diplomas de graduação na área de saúde.
 Podem candidatar-se ao curso os graduados em Medicina e em outras áreas da saúde. Para efeito de seleção serão reconhecidos como profissionais de saúde de nível superior as categorias constantes da Resolução 218/97 do Conselho Nacional de Saúde.
 O Curso de Pós-Graduação compreende a carga horária de 375h/a, com funcionamento das aulas no campus de Marabá, e será desenvolvido em Regime regular, tendo inicio previsto para 11 de abril de 2013.
 A seleção dos candidatos será feita por meio da avaliação da carta de intenção e análise de curriculum lattes (comprovado).
 O edital, na íntegra, está disponível no site www.uepa.br e os contatos poderão ser feitos por meio dos telefones: (91) 3277-2626 ou 3277-3775.

Um comentário:

Ademir Braz disse...

Você sabia? O Sindimed, sindicato dos médicos, criticou duramente esse projeto da UEPA, dizendo que não deu ceerto nem vai dar certo. Porque os formados pela UEPA não ficam nos locais de origem, depois de formados.
Que a solução é pagar salário digno para que os médicos saiam da capital para o interior,
Isto é uma falácia. Tem município oferecendo mais de 20 mil reais e não consegue contratar ninguém.
A Casa Grande está sempre contra a Senzala...