terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

Indígenas retomam fazenda 2

.
Assassinato
O Kaiowá Denilson Barbosa, de 15 anos, morador da aldeia Tey'ikue, foi encontrado morto com dois tiros na cabeça e um no pescoço no domingo, 17, no município de Caarapó (MS), em uma estrada vicinal a sete quilômetros do perímetro urbano da cidade. Segundo relatos de testemunhas, Denilson e outros dois indígenas estavam indo pescar no sábado, 16, quando foram abordados por três pistoleiros ligados ao arrendatário de uma fazenda vizinha à Reserva de Caarapó. O relato dos indígenas sobreviventes e as características da morte apresentam indícios de execução.
Essa não foi a primeira vez que jagunços ligados ao fazendeiro atiraram contra os indígenas. Também, o problema da pesca é recorrente entre os Guarani e Kaiowá da reserva de Caarapó, onde vivem confinadas aproximadamente cinco mil pessoas em 3594 hectares de terra. Desde a criação do terra indígena pelo Serviço de Proteção ao Índio (SPI), em 1924, os indígenas precisam pescar fora da área reservada, onde só há nascentes de córregos, mas não há peixes, sofrendo pressões e ataques de fazendeiros.
*Publicado originalmente no sítio do CIMI.

FONTE: Lingua Ferina e CIMI

Nenhum comentário: