segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Seleção de Educador para o Programa "Escravo nem Pensar"


 A Repórter Brasil fase de seleção de um educador ou educadora para atuar no programa "Escravo, nem pensar!" aqui em Araguaína (TO). Por favor, solicito que divulguem em suas redes e para pessoas que estejam no perfil. A atuação será no programa, mas principalmente em ações no Pará.

Currículo  deve ser enviado em documento anexado, junto com carta de apresentação (de no máximo 1 página), para escravonempensar@reporterbrasil.org.br até 5 de fevereiro de 2012, com o assunto "Educador II".

A pessoa não precisa ser de Araguaína, mas deve haver disponibilidade para morar aqui.

Segue edital anexado e abaixo também.

Há também outras vagas para SP: http://www.reporterbrasil.org.br/conteudo.php?id=151

A privataria tucana


E neste momento em que alguém discute (no calado, na surdina) a venda do Banpará, vem a Belém lançar o livro " A Privataria Tucana" o autor, jornalista Amaury Ribeiro Jr. Será nesta quinta-feira, 2 de fevereiro, às 18 horas, no valoroso Sindicato dos Urbanitários do Pará, às 18 horas.  Haverá transmissão pela internet, via site dos urbanitários www.urbanitarios-pa.org.br 

Embora as velhas mídias estejam em silêncio sobre a denúncia gigantesca contida no livro, já foram vendidos mais de 120 mil exemplares, está na 5ª edição e figura no topo da lista dos mais vendidos, na categoria de não-ficção.

Blogs e redes sociais têm dado conta do recado de divulgar o livro que denuncia a monumental privataria tucana no governo FHC-Serra. É desse período a venda da Celpa, Vale e de 22 dos 27 bancos estaduais. Banpará escapou da sanha. Por enquanto, que o deus mecado e vontade tucana de tudo privatizar nunca dormem - Arte dos Bancários (fonte)

domingo, 29 de janeiro de 2012

Em vez de calçadas, lombadas!

A prefeitura de Marabá resolveu tentar amenizar parte do sofrimento dos moradores do Bairro Santa Rita, com a construção de seis grandes lombadas.
Tá que foi uma demanda apresentada pelos moradores durante protestos realizados no início do mês, mais não "custava nada" construir uma grande calçada em todo percurso da avenida Transmangueiras, para que de fato fosse amenizado os problemas com o violento trânsito naquele logradouro.

Lombada!!! Essa foi a resposta para atender de imediato o clamor do povo.

Publicação NAEA


Está aberta a chamada de trabalhos para as duas edições do Volume 15 da Revista Novos Cadernos NAEA, que serão publicadas no ano 2012.
Segue em anexo o arquivo Chamada de Trabalhos nos formatos PDF e JPEG para visualização.
Para maiores informações basta clicar no link do arquivo em PDF e você será redirecionado para o site da revista, onde poderá fazer seu cadastro para submeter artigos e ter acesso livre aos artigos publicados na revista, ou se preferir, copie e cole em seu navegador o endereço: http://www.periodicos.ufpa.br/index.php/ncn
Pedimos também que nos ajude a divulgar a chamada, reenviando-a para os seus amigos e contatos de redes sociais.

Atenciosamente,

Edna Maria Ramos de Castro
Editora Responsável

sábado, 28 de janeiro de 2012

Esclarecimento

NOTA DE ESCLARECIMENTO


Em virtude do meu nome ter sido mencionado em uma nota da coluna Politica & Desenvolvimento do Jornal Correio do Tocantins (Edição de 28/01/2012),  onde diz que há boatos de que a turma do "PT pra Valer" tem sugerido por ai, que quem chamou a policia federal para investigar a falsa denuncia de "cárcere privado" teria sido eu. Venho através deste repudiar tal acusação sob pena de que irei as últimas consequencias para pedir a averiguação do caso.

Como o autor da própria nota diz, quem me conhece sabe da minha postura diante de tais fatos, e do meu posicionamento com relação ao acontecimento. Como militante e professor apoiei a manifestação que foi pacífica e tinha uma pauta justa diante das grandes dificuldades que se encontra aquela instituição. O certo é que ao imputarem a minha pessoa sendo como o responsável pela ousada presença policial, estão me acusando infundadamente na tentativa de desqualificar a nossa luta em defesa de uma Educação do Campo compromissada com os povos do campo.

Continuaremos na luta, combatendo qualquer tipo de injustiça e de opressão, seja policial ou de gestores que não atendem as reivindicações e não dialogam de fato com a comunidade.

Ribamar Ribeiro Junior
Professor do IFPA

Carta aos Garimpeiros


Acordem Garimpeiros !!!

Carta aberta aos irmãos garimpeiros de serra pelada.primeiramente gostaria de agradecer a todos blogueiros do Brasil e em especial aos que aderiram e repassaram as informações prestadas por mim .Sinto – me na obrigação de cidadão fazer essas denuncias contra a falta de respeito com milhares de garimpeiros de Serra Pelada com idade já avançada que estão sendo usados como degrau e massa de manobra para enriquecer vários oportunistas nessa questão de serra pelada que se arrasta ha 30 anos .Levando por esse principio da maior parte dos garimpeiros terem idade superior a 60 anos estou aqui invocando o tão nobre estatuto do idoso,para que eles próprios exijam respeito LEI No 10.741, DE 1º DE OUTUBRO DE 2003. Que diz Art. 2o O idoso goza de todos os direitos fundamentais inerentes à pessoa humana, sem prejuízo da proteção integral de que trata esta Lei, assegurando-se-lhe, por lei ou por outros meios, todas as oportunidades e facilidades, para preservação de sua saúde física e mental e seu aperfeiçoamento moral, intelectual, espiritual e social, em condições de liberdade e dignidade.
O presidente da AGASP Brasil ,Toni Duarte,se diz defensor do garimpeiro e não é ,pelo contrario,ele criou essa Agasp Brasil só para enriquecer e satisfazer os desejos do Lobão,ele estava desempregado e hoje vive as custas dos garimpeiros pregando mentira de um lado para o outro, tanto é verdade que ele nunca fez uma prestação de conta aos seus associados e só ele tem acesso as contas bancarias da Agasp,ele está no segundo mandato sem ter outra eleição dentro da Agasp,ele nunca publicou no seu blog o numero exato de associados,quanto que já entrou e saiu do caixa da Agasp ,isto é democrático ?o presidente da coomigasp abocanhou em 2011 R$20.000.000 (vinte milhões ) onde foi parar essa montanha de dinheiro?,enquanto muitos garimpeiros já morreram e outros vivem na verdadeira miséria!,acordem garimpeiros !! o que a Agasp fez até hojede concreto junto com o presidente da cooperativa foi tirar 24% dos 49% acertado na assembléia de 2007 ,que representa a metade do nosso direito ,qual é a justificativa ?sendo que na proposta de 2007 a empresa colossus se comprometeu a fazer todos os investimentos por si só e a cooperativa entraria só com o direito mineral e a mina .Depois de aceito a proposta as coisas mudaram ,subiu de 51% para 75% a participação da Colossus e a Agasp Brasil e o próprio sindicato não questionaram isto.A coomigasp jamais poderia ter aceitado isto ,isso foi uma verdadeira afronta a inteligência dos garimpeiros,é como se chamasse a todos os garimpeiros de serra pelada de idiota e analfabeto,quando na verdade não é isso,os garimpeiros acreditam sim que o ser humano tem a capacidade de reconhecer o sofrimento do próximo ,por isso muita das vezes assinam papéis em branco ,fazendo prova contra si próprio .devemos acreditar que um dia tudo se modificará.o mal não pode prevalecer.
“Pois do céu é revelada a ira de Deus contra toda a impiedade e injustiça dos homens que detêm a verdade em injustiça.” - Romanos 1:18

Carlos Cesar Cerqueira
Matricula da coomigasp nº:00248 de 1984

Seminário do NEAm


I SEMINÁRIO
EDUCAÇÃO AMBIENTAL E SUSTENTABILIDADE NA AMAZÔNIA ORIENTAL
O Núcleo de Educação Ambiental (NEAm), da Faculdade de Educação da Universidade Federal do Pará, Campus de Marabá, realizará nos dias 31 de janeiro e 1º de fevereiro de 2012 o SEMINÁRIO EDUCAÇÃO AMBIENTAL E SUSTENTABILIDADE NA AMAZÔNIA. Este evento é fruto das atividades desenvolvidas no I CURSO de ESPECIALIZAÇÃO em EDUCAÇÃO AMBIENTAL, CIDADANIA & DESENVOLVIMENTO REGIONAL que foi ofertado pelo NEAm à comunidade regional no biênio 2011/2012 e que contou com a participação de professores e técnicos ambientalistas de toda a região.
Foram 31 os trabalhos científicos produzidos pelos integrantes do referido curso, fruto das pesquisas e estudos científicos desenvolvidos durante as atividades do mesmo e que serão apresentados e debatidos durante o Seminário, com a comunidade regional. Os trabalhos  versam sobre a realidade socioambiental da região, discutindo a realidade educacional, as iniciativas sustentáveis de geração de renda e de preservação do meio ambiente regional, bem como, o tratamento público, jurídico e gerencial dispensado ao patrimônio ambiental regional. Os trabalhos objetivam fornecer subsídios teóricos para o fortalecimento do debate ambiental que a UFPA e outras instituições vêm travando ao longo dos últimos anos na região, bem como, alertar as autoridades e a comunidade em geral para os riscos socioambientais e educacionais que o desenvolvimento sem referenciais básicos de sustentabilidade podem proporcionar à mesma.
O Seminário será aberto à comunidade escolar, acadêmica e profissional, bem como a todos os interessados nessa temática. Os interessados poderão se inscrever no NEAm, Campus I da UFPA, na Folha 31, a partir do dia 30/01/2012 nos horários de 08:00 às 12:00 e de 14 às 19:00 horas. Vagas limitadas. Será emitido certificado àqueles participantes que atingirem 80% de freqüência às atividades previstas.
O Seminário contará com a seguinte programação:

Seminário do NEAm: Programação I


                                                   DIA 31/01/2012 Terça Feira
AUTOR
TÍTULO DO ARTIGO
HORA
Verailde Ferreira Souza
A Conceituação de Meio Ambiente para Alunos do Ensino Médio
09:00
Renato Noronha Martins
Planejamento Urbano e Direito Ambiental: Plano Diretor Participativo
09:30
Marcus Vinícius Mendonça
A Sustentabilidade da agricultura Familiar na APA do Ig. Gelado
10:00
Maria Antônia G. de A. Fernandes
Grandes Projetos e Mudanças Sociais: o Caso da Vila São José/Marabá
10:30
Luiz de Oliveira Silva
Educação Ambiental para os Alunos do Ensino Médio de São Domingos
11:00
Frederico Drumont Martins
Formação de Grupos de Queimada Controlada para Prevenção de Incendios
11:30



Izabel Maria Scapin Renosto
A Produção de Mel em Parauapebas: Aspectos Sócio Económicos
14:00
Adenilson Cardoso Gomes
A Potencialidade Educacional de uma Central de Triagem: o Caso de Carajás
14:30
Paloma Noleto da Silva
A Construção do Pensamento Ecológico da Criança
15:00
Jocilene Costa Vanzeler
A Educação Ambiental na Escola do Campo: o Curso de Agroecologia do IFPA
15:30
Ricardo Matos de Carvalho
A Prática Educativa em Programa de Educação Ambiental para Jovens Ambientalistas
16:00
Auricéia A. Machado Marques
Biodiversidade, Educação Ambiental e Agricultura Familiar: Palmares II
16:30
Nilvânia Carvalho de Souza
O Programa de Educação Ambiental da Usina Hidrelétrica de Tucurui
17:00
Raimundo P. Moura Martins
O Centro de Educação Ambiental de Parauapebas e a Formação de Professores
17:30
Ronnielle de Azevedo Lopes
Da Educação à Ética Ambiental: uma Interlocução com a Fenomenologia de Heidegger
18:00



 ABERTURA: 08:00 HORAS            AUDITÓRIO DO CAMPUS I

Seminário do NEAm: Programação II


Dia 01-02-2012 terça feira 
AUTOR
TÍTULO DO ARTIGO
HORA
Priscilla Brandão Nogueira
Educação Ambiental no Currículo da Ciências Naturais
08:00
Alessandra Lima Duarte Amorin
Educação Ambiental na Floresta Nacional de Carajás para o Ensino Fundamental
08:30
Raimundo Jandson O. Rodrigues
Parceria Público x Privado e o Desenvolvimento Sócioambiental
09:00
Simone Alves da Cunha
As Plantas que Curam: uma Estratégia para a Educação Ambiental
09:30
Antônio José da Silva Borges
A Educação Ambiental e os Professores do Ensino Médio de Parauapebas
10:00
Valtey Martins de Souza
Mulheres Quebradeiras de Coco: Desenvolvimento e Cidadania em S. Domingos
10:30
Leandro de Oliveira Jordy
Educação Ambiental em Parque Zoobotânico: o caso de Carajás
11:00
Samuel Alves de Oliveira
Educação Ambiental no Trânsito: A Formação de Condutores em Parauapebas
11:30



Ingrid Souza Lima
A Escola do Campo e a Educação Ambiental: por uma Política Pública Comunitária
14:00
Ronildo Guilherme Sales
A Educação Ambiental Desenvolvida na ATES: PAs Primavera e Pimenteira
14:30
Lilian Brito
Educação Ambiental: Interdisciplinaridade na Prática
15:00
Sônia Cristina Lima
Consciência Ecológica e Comportamento Ambiental na Escola Pública
15:30
Barbara E. de Lima Dourado
Educação Ambiental Currículo e a Política Nacional de Educação Ambiental
16:00
Marlúcia Oliveira Silva
Impactos Socioambientais Causados pela Ocupação Urbana da Grota Criminosa
16:30
Maria Geneuci da Silva Santos
Arte e Educação Ambiental: Currículo e Prática Pedagógica em Parauapebas
17:00
Roziel Bizerras
Disposição de lixo em córregos e grotas: estudo de caso no bairro Morada Nova – município de Marabá.
17:30

DIA 01/02/2012