segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Vereador denunciado na Policia Federal

 Segue abaixo postagem enviada a este blog com denuncia protocolada pelo senhor Elias Ferreira Costa contra a empresa F.A. OLIVEIRA CRUZ LTDA ME, o vereador Ronaldo Yara (PTB)  e a prefeitura de Marabá.
Pois bem, no dia 20 de setembro de 2010, fazendo portanto dois anos agora em 2012, o cidadão ELIAS FERREIRA COSTA protocolou junto à polícia federal, através do Ofício nº 001/2010 – ELIAS F. COSTA, denúncia nos termos seguintes transcritos por  abaixo:

“Na qualidade de cidadão marabaense e que cumpro com minhas obrigações tributárias e eleitorais com o município pagando meus impostos e ajudando a eleger os nossos representantes e governantes.

Considerando o relatório colhido no DIÁRIO OFIAL n 31735 de 20/08/2010, com o número de publicação 146775, onde mostra os extratos de contratos realizados pela Prefeitura Municipal de Marabá. Cópia em anexo.
Considerando a quantidade de escolas sendo reformadas pela Prefeitura Municipal de Marabá, através da Secretaria Municipal de Educação – SEMED por meio de contratos firmados com a empresa F.A. DE OLIVEIRA CRUZ LTDA ME.
Considerando que no relatório não foram mencionados se foi realizado pregão presencial, licitação ou carta convite para a escolha da empresa.
Considerando que a empresa F. A. DE OLIVEIRA CRUZ LTDA ME, é de propriedade do senhor Fernando A. de Oliveira Cruz, e que este por sua vez é casado com a senhora Yara Batista Chaves, irmã do vereador Ronaldo Batista Chaves (PTB).
Considerando que o vereador Ronaldo Batista Chaves (PTB). É da base aliada do governo (prefeito), e por conta disso explica-se o porquê da empresa do seu cunhado ter ganhado o direito de realizar as reformas das escolas.

Considerando que Fernando A. de Oliveira Cruz e Yara Batista Chaves, respectivos marido e mulher moram na mesma casa queo vereador Ronaldo Batista Chaves na folha 28 bairro Nova Marabá e que lá na residência pode-se notar claramente material de construção entulhado pela área da residência. Como mostra foto abaixo.
Considerando que a empresa F. A. DE OLIVEIRA CRUZ LTDA ME, fica localizada na folha 28 bairro nova Marabá e o estabelecimento da mesma é só uma fachada ficando 100% do tempo de portas fechadas. Deixando suspeitas de existir um esquema montado entre o vereador e família para lesar os cofres públicos, já que a empresa faz fundos com a residência do parlamentar. Foto abaixo.
Considerando que no relatório do DIÁRIO OFICIAL consta que foram realizado 10 contratos com a empresa F. A. DE OLIVEIRA CRUZ LTDA ME, todos sem licitação pública. Todos detalhados de forma a driblar a fiscalização, qual foi parâmetro usado para contratar a empresa?
Adotando a teoria que toda contratação de parentes até o terceiro grau em linha direta ou colateral, consanguíneo ou afim, salvo algumas exceções. Portanto, o agente político ou membro de poder não pode dar emprego público com cargo de provimento em comissão, dar função gratificada ou contratar temporariamente pessoas ou firmas sem licitação pertencentes a:
MAIS INFORMAÇÕES CLIC NO LINK http://aurismarqueiroz.blogspot.com.br/2012/10/empresa-familia-do-vereador-ronaldo.html
 

Nenhum comentário: