segunda-feira, 17 de setembro de 2012

Rememorando

Hoje (17) a noite tivemos o prazer de reencontrar o Pe Roberto numa roda de conversa, muitos dos que compareceram por lá conviveram com bastante intensidade com o bravo militante religioso, que durante a Guerrilha do Araguaia foi humilhado, torturado e perseguido. De volta a Marabá para participar de um evento com as comunidades eclesiais de base e rever os amigos, o Pe Roberto não exitou em aceitar o convite para uma rodada de conversa sobre a memória da luta dos trabalhadores nesta região.

O Auditório da UFPA foi agraciado com a sua presença e uma platéia que gostou de ouvir suas memórias. E como diz: Há aqueles que lutam, que lutam toda vida!

Nenhum comentário: