sábado, 29 de setembro de 2012

CAMPANHA O PASTOR NÃO MANDA NO SEU VOTO!

"Pastoreai o rebanho de Deus que há entre vós, não por constrangimento, mas espontaneamente, como Deus quer; nem por sórdida ganância, mas de boa vontade; nem como dominadores dos que vos foram confiados, antes tornando-vos modelos do rebanho" (1 Pedro 5:2-3)
 
Considerando a temerosa inevitabilidade do "poder" que detém o pastor em uma determinada congregação, passei estes dias refletindo sobre o que se tem evidenciado como prática a partir do envolvimento de certas lideranças com o processo eleitoral.
Tais indivíduos profanam o serviço pastoral por duas razões. Primeiro por abandonarem a graça sublime do ministério pastoral, pois abdicam da vontade original de Deus por interesses pessoais. Segundo, por fazerem da igreja, direta ou indiretamente, um curral eleitoral. Muito perigoso por suas características de autoritarismo inbuída nesta situação.
Essa história de apoio a candidatos de forma "oficializada", é uma  posição de partidarização das igrejas assumem nestas eleições, com o uso desses espaços como currais eleitorais, o que e termina não garantindo o direito ao voto livre, e é também responsável pelo voto inconsciente. Sabemos da força numérica das igrejas, e essas opções  tentam medir força e ganhar status social e espaço no campo religioso com seus apoios, mas apresentam um elemento em comum: apoiam candidatos cujas posturas e discursos se colocam na posição de centro-direita, próxima das posturas ideológicas dessas lideranças evangélicas que vêm de uma tradição de leitura sociocultural conservadora, em especial nas questões voltadas à moralidade.
Estas denominações não revelam ter posicionamentos contundentes quanto às questões nacionais (economia, desiguladades sociais, trabalho escravo, cultura, meio-ambiente, a própria política). Suas preocupações são estreitas e pragmáticas: visam, por meio de suas ações na política (apoios ou campanhas para seus próprios candidatos), obter benefícios para a própria subsistência como igrejas. Por isso, apoiam candidatos que prometem assegurar direitos das igrejas e assistência a causas  bem umbiguistas.
E os fieis? São fieis também no atendimento ao apelo dos líderes por votos? A  idéia de que o pastor manda = fiel obedece não é tão automaticamente aplicável. Em pesquisas, significativo número de evangélicos responde que "talvez" obedeçam ao pastor. Isso porque há fatores mais fortes, relacionados à dinâmica social, que determinam a decisão do voto: fatores econômicos e fatores culturais muito especialmente.
Então, vale ressaltar a importância do voto livre, sem nenhum encurralamento, decidido pelo eleitor sem a intervenção do "ungido".

11 comentários:

Anônimo disse...

O que vc entende sobre a graça sublime do ministério, Ribamar? Nada. Absolutamtente!

“Mas ao ímpio Deus diz: "Que direito você tem de recitar as minhas leis ou de ficar repetindo a minha aliança? Pois você odeia a minha disciplina e dá as costas às minhas palavras! (Salmos 50:16-17)

Ser filho de crente não faz de ti um fiel seguidor de Jesus. Seria a mesma coisa que parar numa garagem e achar que é um carro.

www.ribamarribeirojunior.blogspot.com disse...

Prezado anônimo,

Se prefere um debate saudável, seria bom que se identificasse.

Entendo e compreendo as tuas razões, mas vc não disse nada! Não questionou o fato colocado para discussão, preferiu tentar me ofender diretamente, sem comoclar sua posição.
Aliás, vc sabe perfeitamente o qeu sua igreja ta fazendo, o que o projeto pessoal de pastores A e b estão arriscando neste processo eleitoral.

E vc deve ser mais um dos que apenas obedecem a" lei dos homens" sem nada questionar.

Então, o "impio" não pode falar das coisas dos "ungidos" por que o "impio ainda não faz parte do "corpo". Continuem assim, com tantas hipocrisias e manipulando as pessoas.

Anônimo disse...

Ora, meu caro, quem manipula não é só a religião. O que o PSOL faz nas propagandas é lavagem cerebral tentando convencer os eleitores que vcs são diferentes. A mesma falácia do PT que agora está crivada de corrupção. O PT fez pior do que todos os partidos juntos e vcs eram farinha do mesmo saco e agora se dizem diferentes e com boas intenções e salvadores da pátria.

Tenho certeza q se a igreja quisesse apoiar esse “projeto de partido” que é o PSOL vcs hoje estariam elogiando-a.

Essa técnica de usar versículos da Bíblia para falar mal de crentes foi a mesma usada por satanás qdo tentou Jesus. Ela é antiga, mas como vc, muitos ainda usam para declarar que são inimigos de Deus.

Sou crente sim, e não concordo que seja feita política na igreja, mas tb não sou simplório a ponto de concordar que o povo crente fique sem uma direção. O nome disso é alienação. Somos crentes, mas somos cidadãos e temos a liberdade de querer apoiar X ou Y. quem tenta impedir que a igreja se posicione ainda tem o pensamento da antiga ditadura militar arraigado em seus comportamento.


www.ribamarribeirojunior.blogspot.com disse...

Deve ter se sentido ofendido não é ANÔNIMO ( Aliás na próxima seu comentário irá direto para lata do lixo, para não aprender se esconder mais.

Quero reafirmar que todos os aparelhos ideológicos manipulam, e sua Igreja manipula,por que se aproveita dos "fiéis" para direcionar candiatos que não tem compromisso com o povo. Sorrateiramente apeans para satisfazer os interesses de certos lideres.

Quanto ao PSOL somos um partido diferente sim, O PSOL tem um papel ativo em tudo isso, demonstrando que é um partido necessário para a defesa dos direitos do povo e do Brasil. Nossa militância, cada vez mais disseminada nos mais diversos espaços do país, é um sujeito ativo entre os lutadores do povo presentes nos movimentos sociais e na ação parlamentar. Em cada greve ou ocupação que acontece em nosso país vai se firmando no imaginário popular que lá estará presente o PSOL. O movimento inicia um reconhecimento de que poderá sempre contar com nosso partido, seja para apoiar, seja para construir as suas lutas.
Enquabnto que o velho PT que está aliado de Salame em Marabá, só aprofundou o modelo neoliberal.

Agora não se pode usa ro versiculo para refletir as posições equivocadas que suas lideranças tomarão? Claro que pode! Elas alienam os fiéis.

Se vc voltar ver se se identifica!
Po rqu eaqui vc leva pau!!!!!

Anônimo disse...

daqui a pouco será processado por ter caluniado o João.

tá sendo muito divertido tudo isso.

www.ribamarribeirojunior.blogspot.com disse...

Não aceitamos mais postagens anônimas, pois desde a publicação deste texto inumeras postagens com ofensas tem sido registradas aqui.

Solicitamos que façam postagens com identificação, por isso estamos mudando a configuração.

Quanto as ameaças, este poster não citou nome de candidato nenhum, apenas disse que uma certa pessoa identificada por alguém tem porcurado difamar o blogue por causa do texto qeu utiliza versiculos biblicos.

Portanto, exijo respeito e não confronto pessoal como um certo anônimo tem procurado fazer aqui neste espaço.

att
poster.

www.ribamarribeirojunior.blogspot.com disse...

stamos tentando identificar o anônimo que tenta denegrir nossa imagem aqui nestas postagens: seja Paulo, Pedro, João, Marcos, Manoel, Francisco...identifique-se e venha para o debate, chega de ofenças e calunias....

João Paulo disse...

A igreja Minstério de Madureira aderiu a campanha do Tião 14, isso nos remete a refletir de que há sem duvida nenhuma um embate com o minstério da Missão. Inclusive a candidata a vereadora do PSC que é dacoligação do PR tb fez grande carreata com membros da igreja em apoio a Tião.

A igreja madureira tem posicinamento divergente, mas eu concordo com o texto publicado.

Francisco disse...

Estamos nos solidarizando com o poster, diante dos ataques sofridos peo postagens anônimas e na tentativa de induzi-lo julgar de que seria o responsável um certo candidato. todos sabem da nmoral que vossa senhoria tem, e nao aceitamos de forma alguma que queiram imputar a vossa senhoria tal ausação.
parabéns pelo texto e continue firme semrpe bem informando a todos.

Francisco Macedo
Vicente
Rogério

www.ribamarribeirojunior.blogspot.com disse...

Obrigado Jopão Paulo e Francisco! Por tido a coragem de se manifestar, pois um certo raivoso e covarde se escondeu atrás da sua tela para cuspir veneno, sem nenhum conteúdo. O tal impío ainda citou versículo "metaimpío". Ora deve ser mais um daqueles travestido de bom entendedor da causa.
Vá vomitar assim no seu terreiro.

giulherme disse...

camarada ribamar,um tanto inocuo o debate,ta parecendo josé saramago sem inspiração tentando notoriedade com religião,mas vou falar do que sei.
colocas os protestantes como topeira,incapazes de se posicionar sobre politica,qundo jesus disse"cesar o que é de cesar, DEUS o que é de DEUS"apontava para isso ,somos seres trancendentais terrenos e com um pé na eternidade,tanho certeza que tu já leste o mensageiro da paz ,lá são colocadas com frequencia os posicionamentos da igreja.
Agora posicionamento ideologico da igreja que vc chama de conservador,tanto catolica quanto protestante,esta em concordancia com os anseios da sociedade moderna,a prova disso e a quntidade de eleitos com plataformas "conservadoras" diga-se de passagem eleitos não só o voto da igreja.Será a ideologia e posicionamento do teu partido tem ressonãcia dentro dele.