quinta-feira, 16 de agosto de 2012

Parou!





Em recurso interposto pelo Ministério Público Federal, o Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1) determinou na segunda-feira (13) a suspensão das obras de Belo Monte, sob pena de multa diária de R$ 500 mil.
As razões da ação movida pelo MPF para paralisar a obra estão na convenção 169 da Organização Internacional do Trabalho (OIT), que reza que os povos indígenas devem ser consultados sobre medidas que possam afetar seus direitos. (Blog do Parsifal)

Nota da Norte Energia

Segundo a Norte Energia, a empresa ainda não recebeu a comunicação da Eletrobrás sobre a determinação judicial de paralisar as obras do complexo hidrelétrico, em Volta Grande do Xingu, Altamira. A 5ª Turma do TRF1 aceitou  recurso do Ministério Público Federal e determinou em julgamento ocorrido na noite da última segunda, a paralisação imediata das obras

Nenhum comentário: