segunda-feira, 2 de julho de 2012

Sucessão em Marabá - segunda parte

João Salame (PPS)

A candidatura do jornalista e deputado João Salame (PPS) tomou dimensão após o seu envolvimento na campanha pela emancipação da região sul e sudeste do Pará. No primeiro momento seria o candidato a deputado federal em 2014 ideal para Tião Miranda; Já no segundo momento a via alaternativa caso Tião Miranda fosse inelegível. No fritar dos ovos foi costurada a formação de um grupo de partidos que denominaram como "terceira via", rompendo com o ex-prefeito Tião Miranda e colocando a partir de pesquisas Salame como candidato.

No texto anterior foi dito que João Salame retorna a Marabá em 1992, com sua agência de publicidade Abaeté, juntamente com o também jornalista Claudio Feitosa. Coordenou a campanha para eleger  prefeito Haroldo Bezerra (PSDB) e Zucatelli (PL) vice.

Nas gestões de Haroldo, Veloso e Tião sempre particiou ativamente de seus governos. 

Na juventude, Salame militou no PCB - o partidão, ajudou a fundar o PSTU ante de vir para Marabá. Por aqui reorganizou o PDT, ensaiou uma pré-candidatura em 1996, posteriormente foi para o PPS, cuja parte de sua militãncia histórica ja agregava neste ninho. Na campanha "Salobo é Nosso" foi destaque, e com sua agência de publicidade deu origem ao Jornal Opinião.

João Salame também sempre apoiou a União pelo Pará, que elegeu Almir gabriel governador por duas vezes e Jatene. Como aliado do PSDB, Salame foi eleito deputado estadual, fez oposição ao governo do PT de Ana Júlia e novamente foi destaque na região para defender o nome de Jatene no seu retorno ao Palácio dos Despachos, inclusive abdincando de ser vice-governador e garantindo sua reeleição de deputado estadual e tendo sua esposa Bia Cardoso (PPS) como suplente do Senador Flexa Ribeiro (PSDB)

Na eleição de 2008 foi o candidato á prefeitura de Marabá, indicado e apoiado pelo ex-prefeito Tião Miranda (PTB), contra Bernadete (PT), Tibirica (PSOL) e Maurino (PR). Ficou em segundo lugar com quase 28 mil votos.

Agora João é o candidato com apoio do PT, PMDB, PV, PMN, PHS. Enfrentará seu ex-aliado e companheiro de politica desde 1992, Sebastião Miranda Filho (PTB), que terá como vice Dr. Adailton (PSDB) mesmo partido de Flexa Ribeiro e do governadro Jatene, que sempre Salame apoiou.

Perceberam alguma mudança?
Alternativa?
Ou a Terceira Via é apenas mais uma faixa da mesma Via???

Nenhum comentário: