sábado, 17 de março de 2012

ESSA TURMA NÃO APRENDE!

A tendência “PT pra Valer”, da deputada Bernadete ten Caten, gastou cerca de R$ 11 mil com a quitação de contribuição partidária anual de 712 filiados, habilitando-os a participar das prévias marcadas para 25 de março (no Campus I da UFPA, Nova Marabá, e Escola Elinda Simplício Costa, no Laranjeiras). Tudo na expectativa de que esses eleitores – só vota quem está quite – venham a escolher Luis Carlos Pies, marido da deputada, o candidato do partido à sucessão municipal. A denúncia chegou à reportagem dando conta, ainda, de assédio continuado às lideranças petistas da cidade.
Como se recorda, pela primeira vez o PT realiza prévias em Marabá, quando são indicados quatro pré-candidatos: Ademir Martins (Democracia Socialista - DS), Zuca da Emater (Articulação Socialista – AS), Marcelo Alves (Unidade na Luta – UL) e Luis Carlos Pies (PT pra Valer).
Segundo uma fonte, se não for alcançado 50%+1 dos votos válidos, haverá 2º turno emk 15 dias. Neste caso, as tendências DS, AS e UL deverão unir-se para derrotar o PT pra Valer e “acabar com a ditadura de três décadas dessa tendência em Marabá”.
Por volta de 11:20 desta sexta-feira o jornalista tentou contato telefônico com Luis Carlos Pies, chefe de gabinete do Incra, mas não foi atendido. 

Nenhum comentário: