quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

TUCANO NA MIRA: Secretário do Jatene envolvido em extração ilegal de madeira


O Globo       

Globo, 22.12.2011
 
 
No local havia também máquinas que pertencem a um secretário do governo do Pará
 
Carolina Brígido
 
BRASÍLIA. Uma operação conjunta da Polícia Federal, do Incra e do Ibama descobriu extração ilegal de madeira no assentamento Abril Vermelho, no município de Santa Bárbara do Pará. Na segunda-feira, foram apreendidos tratores, motosserras e um caminhão. Dois assentados foram detidos, mas acabaram liberados. Ontem, a equipe voltou ao local e verificou que a atividade continuava. Foram apreendidas mais máquinas. Um assentado foi preso por desacato a autoridade. A PF vai abrir inquérito para apurar o caso.
 
As máquinas são do Grupo Rosa Indústria Madeireira, de propriedade de Shydney Jorge Rosa (PSDB), secretário de Desenvolvimento Econômico e Incentivo à Produção do governo do Pará. Procurado pelo GLOBO por meio de sua assessoria de imprensa, o secretário não se manifestou.
 
Segundo o Incra, parte das máquinas apreendidas estava no lote ocupado pelo assentado que foi preso. Ele alegou que o lote era dele e, portanto, não seria necessário obter licenciamento da Secretaria de Meio Ambiente para fazer a exploração de madeira. No entanto, o Incra argumenta que a propriedade não foi titulada e permanece em nome do órgão.
 
O Incra informou que vai cancelar o contrato de concessão de uso dos assentados que incidiram no crime ambiental. Até agora, as infrações são atribuídas ao assentado preso ontem e aos dois detidos na segunda-feira. Os três lotes serão destinados a outras famílias. O Incra acredita que o número de lotes destituídos dos atuais usuários pode aumentar após as investigações da PF.
 
O assentamento tem 6.803 hectares e foi criado em novembro de 2009.

----------------

Sidney Rosa - ex-prefeito de Paragominas, Deputado Estadual eleito na última eleição (afastado paraassumir a Secretarai de incentivo à Produção)

Nenhum comentário: