quinta-feira, 21 de julho de 2011

Procura-se peixe, procura-se trabalhador!!!

Fato inusitado aconteceu em Palestina do Pará, a empresa que venceu a licitação para construção de uma creche na cidade não conseguiu contratar mão de obra local. O problema foi circunstaciado pela eminência de escassêz de trabalhaodores aptos ao registro na construção civil.
Acontece que o número de pescadores registrados e que recebe Seguro-Defeso é muito grande, e isso impossibilita que os mesmos possam "fichar" em outras atividades.
O pior de tudo é que existe quase 2 mil pescadores registrados na colônia de pescadores e ningúem encontra um kilo de peixe para comprar.

Cadê os peixes?

Nenhum comentário: