quinta-feira, 2 de junho de 2011

Eleições 2012: A largada!!!

Deu no Quaradouro/Ademir Braz

Política: desmanches e oportunismos

A saída em massa dos melhores quadros do PPS em Marabá, inclusive militantes históricos, pode ser um golpe extraordinário nas pretensões do deputado João Salame Neto.
É que entre as defecções está o médico e ex-presidente da Câmara de Vereadores nos anos 90, Adailton Sá, que deve migrar (ou migrou) para o PSB, e é o nome a vice preferencial do deputado estadual e ex-prefeito candidato à reeleição, Sebastião Miranda Filho (PTB). Na última vez que aqui esteve, o deputado Cássio Andrade deixou claro o seu desejo de arranjar um nicho na chapa de Tião Miranda - não necessariamente para mudar alguma coisa.
Assim, caso a possibilidade de dobradinha Tião/Sá se concretize, João Salame vai amargar mais uma derrota: além do esvaziamento do seu partido, não poderá emplacar o nome da sua mulher, Bia Cardoso, como parceira de Tião no pleito de 2012, uma das suas apostas mais caras, segundo os bastidores .
A ida de Adailton Sá para o PSB e sua provável indicação à chapa de Miranda provocou outro efeito colateral: o grupo que pretendia filiar-se ao partido socialista, como alternativa e oposição a todo o cenário político vigente em Marabá, inicia contatos com outras siglas sob a justificativa de que quem quer mudar não faz acordos ou alianças com o que pretende demolir.
 
---------------------------
 
Elton Mamoré sai na frente!

Um comentário:

Anônimo disse...

E a Bia no PSDB?