terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Tião vence duelo de Titãs!

Em apenas um rounde Tião Miranda (PTB) garantiu a indicação de seu pupilo na direção do Detran em Marabá. Enquanto Wandenkolk Gonçalves (PSDB) se esperneava para ter o controle político do órgão, venceu o mais forte!

Pedro Corrêa ex-secretário de saúde assumirá o órgão que atualmente é dirigido sob as bençãos do PDT, no ainda resquício do governo anterior.

--------------------

Comentarista provoca: Qual é o grupo político do ex-prefeito Tião Miranda (PTB) além do seu fiel escudeiro Pedrinho???

2 comentários:

Anônimo disse...

Tião Miranda não tem um grupo político, o que ele tem é 37.000 eleitores votando nele. Precisa de um grupo melhor que este???

Blogue Marabá 2012 disse...

ERREI o local da postagem. Era pra ser aqui.

Ribamar, é triste vê o que esses sujeitos fazem com o mandato que lhes demos.

Antes da eleição eram só promessas para a população de que dias melhores viriam caso fossem eleitos.

Apurados os votos eles já começam a fazer politicagem. É só isso que sabem fazer. Política de verdade que é bom nenhum deles faz.

Fazem de nossos votos trunfos para barganharem mais para si e seus grupinhos de sustentação, esses mesmos que tomam posse em escalão A, B, C...

Infelizmente a grande maioria do eleitorado que elege a esses sujeitos não percebe o que eles fazem com seus votos, com suas vidas e de seus entes queridos.

E ainda tem gente que, supostamente parece inteligente, elogia a essas jogadas que seus mestres fazem. Os chamam até de estrategistas. Elogiar por admiração não acredito que o façam, são muito fisiologistas para serem sinceros.

Será possível mudar uma cultura dessas?
_____________________

Aproveitando a deixa, quero dizer que esses 37 mil votos não significam muito noutra eleição. Será que Tião tirará esses mesmos votos em 2012? Pode ser que sim e pode ser que não. João Salame teve quantos votos pra prefeito em 2008 e quantos pra deputado agora em 2010?

Tudo muito relativo. Cada eleição é uma eleição e só saberemos o resultado no apurar das urnas.