segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Assim não Vale!

Deputado do MA pede audiência para a Vale reparar seus danos
“A Vale do Rio Doce deveria mudar para Vale do Rio Azedo”, a frase foi pronunciada pelo deputado Domingos Dutra (PT-MA) durante discurso na manhã de hoje (24), em plenário. De acordo com o deputado, “a Vale está duplicando sua ferrovia São Luís-Carajás. Assim, está invadindo territórios indígenas, territórios de comunidades quilombolas, de forma autoritária, sem garantir a contraprestação necessária e sem respeitar esses demarcações que são sagrados de acordo com a Constituição”.

Os outros quinhentos da Vale

Quem acompanha o noticiário da Globo produzido no Maranhão deve ter ficado surpreendido com um furioso ataque dos blogues do Sistema Mirante de Comunicação à Vale.
A Vale sempre teve boas relações com os governos Sarney no Maranhão. Agora, a mineradora está sob fogo cerrado no portal Imirante. Motivo: a empresa teria cometido irregularidades que levaram várias empresas maranhenses à “quebradeira”.

"A Vale já quebrou muitas empresas no Maranhão"

“A Vale já quebrou muitas empresas no Maranhão. Eu sou uma das vítimas.” A afirmação foi dada pelo presidente do Sinduscon, João Batista Mota. Mota conta que a mineradora fecha contrato com a empresa em concorrência, após esta apresentar uma planilha de serviços e custos. A firma contrata os trabalhadores, que têm de fazer um curso de 60 dias antes de começar o serviço. “O primeiro problema começa aí porque a Vale se recusa a cobrir estes dois meses de salários”, explica o presidente do Sinduscon.

(Fonte: Justiça nos Trilhos)

Nenhum comentário: