quarta-feira, 10 de novembro de 2010

SUSPENSO O CONCURSO PÚBLICO DE MARABÁ?

Ministério Público recomenda a suspensao do Concurso Público da Prefeitura de Marabá. Até agora a prefeitura ainda não  emitiu nota sobre a recomendação.

Parecer do MP

Representante do Ministério Público oficiante na 1ª Promotoria de Justiça Cível de Marabá RECOMENDA ao Excelentíssimo Sr. Prefeito Municipal de Marabá:


a) A suspensão das inscrições do concurso público nº 001/2010, bem como a retenção dos valores já pagos;
b) A anulação do processo licitatório nº 050/10 e Concorrência nº 002/10 CPL/SEVOP/PMM bem como o contrato com a empresa CETAP LTDA, no prazo de 72 horas;
c) A abertura de novo processo licitatório para a escolha de entidade a promover o concurso público;
d) Caso o Município de Marabá delibere pelo andamento, o Ministério Público ajuizará as medidas judiciais cabíveis para suspender o concurso, e a anulação do contrato bem como pela sanção dos agentes envolvidos nestes fatos
----------------

2 comentários:

Moacir Simões disse...

Era de se esperar essa decisão do MP, tendo em vista a medíocridade da concessionária que segundo a prefeitura foi ''licitada''....
Tenho dúvidas quanto a essa licitação , não vi nomes como ufpa nem cespeunb serem inclusos no processo. Agora é esperar pra ver se o Excelentíssimo Sr. Prefeito acata a decisão ou tomará outra ''sabugada'' do MP.

Anônimo disse...

É incrível como o descaso e a falta de respeito com a população prevalece nesta cidade, sendo os maiores protagonistas deste feito os responsáveis pela gestão pública.
Enquanto a festa financiada com o dinheiro público acontece sem hora pra acabar, os "coletores de latinha" esperam pela abertura das portas afim de catar seu sustento no ralo do salão.
E sobre esse concurso já era de se esperar, a prefeitura sem reserva de nada nos cofres fica empurrando com a barriga, e quando consegue tirar o dinheiro de outra despesa pra custear o concurso dá nisso.
lamentável.
Você já está na história Sr. Maurino Magalhães, mas como o pior prefeito de todos os tempo.
"Pede pra sair".