quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Ainda sobre Florestan

Por E-mail

No dia 10 de agosto completou 15 anos que perdemos o nosso grande mestre, sociólogo, revolucionário, marxista, FLORESTAN FERANANDES. Seu falecimento aconteceu pouco mais de uma semana de ter sido submetido a um transplante de fígado.



Florestan Fernandes foi vitima do precário sistema brasileiro de saúde pública, quando, depois de uma cirurgia sem riscos, recebeu uma transfusão de sangue contaminado pelo vírus da hepatite B.


Como intelectual radical e socialista, Florestan relacionou-se sempre, em todas as oportunidades que teve, com o movimento sindical e com campanhas que colocavam em questão as reforma sociais, como chegou a afirmar em uma de suas falas.


Foi importante e muito grande a contribuição que Florestan proporcionou na academia, na política partidária, e junto aos movimentos sociais, principalmente ao lado do Movimento dos Trabalhadores Rurais sem Terra – MST.


Pela consideração que temos a Florestan e seu legado estamos promovendo um debate para mantermos vivo o pensamento deste que foi um extraordinário homem, e ajudar aqueles e aquelas que ainda não o conhecem, ter esta oportunidade.


Convidamos todos(as) interessados(as) a participarem deste evento que ocorrerá dia 27 de agosto, a partir das 08 horas, no auditório do Campus I, da Universidade federal do Pará.


Na noite deste dia estaremos promovendo, também, um tributo a RAUL SEIXAS, no Tapiri, do Campus I, da Universidade Federal do Pará. ( enviado pelo Sociólogo Thiago Martins)

Nenhum comentário: