sexta-feira, 16 de julho de 2010

CAEM em ação!

A Cooperativa dos  Agentes Ecológicos de Marabá foi criada em novembro de 2007, fruto de uma articulação realizada pelo seu idealizador, o professor Winklyns da Conceição Lima com um grupo de catadores de latas e papelões que percorrem a cidade inteira. O grupo foi ampliado com a participação efeitva de professores e outros membros que tem dedicado as questões ambientais no município.

Em 2008 o Senador José Nery (PSOL- PA) apresentou uma emenda parlamentar no valor de R$ 100.000,00 (cem mil) dentro da modalidade: FOMENTO PARA A ORGANIZAÇÃO E O DESENVOLVIMENTO DE COOPERATIVAS ATUANTES COM RESÍDUOS SÓLIDOS NO MUNICIPIO DE MARABÁ. 

A Justificatica da emenda se baseava " Um dos graves problemas enfrentados nas regiões urbanaa de nosso país é a coleta e tratamento do lixo. A cidade de Marabá não foge da regra, tendo carência do tratamento correto do lixo (aterro sanitário sustentável) e possui ainda pouco incentivo a coleta seletiva. A presente emenda visa apoiar a iniciativa da cooperativa de recicladores existente naquele município, aportando recursos para que a mesma possa selecionar e reciclar o lixo produzido."

PROBLEMA 

O Ofício SF/GSJN nº 425/2009 de 12 de agosto de 2009 informava ao prefeito Maurino Magalhães, sobre a destinação do recurso, e solicitava que a equipe técnica da prefeitura a elaboração da proposta e o cadastrro no SICONV.

Este tipo de emenda a prefeitura seria a resposável para receber  e em parceria com a CAEM gerir o recurso.

Acontece qeu a prefeitura perdeu o prazo e o recurso foi devolvido. A equipe do planejamento não enviou a proposta que foi elaborada pela cooperativa e o município ficou sem o recurso que deveria ser investido em ações de formação dos catadores e outras atividades relacionadas a coleta de residuos sólidos.

AÇÃO

Mesmo sem nenhum recurso e sem nenhuma estrutura a luta dos agentes ecológicos continua. Amanhã (17) será realizada uma campanha pela Praia do Tucunaré, com distribuição de sacolas e coleta de latinhas.

Participe!!!!

Um comentário:

Anônimo disse...

Caro Riba, bem que a SEMMA poderia aproveitar a oportunidade, e pelo menos uma vez, dar uma fiscalizada nos sons automotivos com volume em excesso, que diária e sistemáticamente estacionam/passam ao longo da orla, sem que, das autoridades constituidas, alguma tome providencia para, ao menos, minimizar o abuso. Em 18.07.10, Marabá-PA.