quarta-feira, 28 de julho de 2010

Amazônia: O adeus de Tyryetê!

Morreu Jaime Tyryetê, chora a Amazônia.


Para quem não conheceu, ele foi o primeiro presidente do CNS e teve de sair da Amazônia pois estava ameaçado de morte num tempo em que ninguém ligava para seringueiros, indios, povos da flortesta e até mesmo para a floresta. Pessoa doce e inteligente, comprometido com as lutas popuçlares, deixa saudades!

Tyryetê, com 71 anos, partiu deste mundo, voou e deixou para trás não apenas as seringueiras, castanheiras e samaúmas que tanto defendeu, mas todos os seus amigos do Acre, Paraná e dos diversos locais por onde passou.

Ex-seringueiro, sindicalista e artista, Jaime deixa órfã sua Amazônia de lutas e histórias -

Um comentário:

Anônimo disse...

Que a terra lhe seja leve...